domingo, 3 julho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Em São Paulo, Metallica percorre carreira em show para 70 mil pessoas

Quando It’s a Long Way to the Top (If You Wanna Rock ‘N’ Roll), do AC/DC, invadiu os alto falantes do Estádio do Morumbi, às 21h13 desta terça-feira, 10, a plateia de São Paulo já sabia que a espera havia chegado ao fim. Minutos depois o Metallica entrava no palco e presenteava os fãs com Whiplash, dos primórdios da banda. A partir daí, o que se viu foi uma comunhão entre fãs e ídolos, num encontro que era esperado desde o dia 25 de abril de 2020, no início da pandemia.

O show que a banda norte-americana apresentou na sua passagem pela capital paulista, dentro turnê WorldWired Tour 2020, teve direito a um set list robusto, que percorreu toda a carreira do Metallica, além de explosões e do carisma impressionante do vocalista e guitarrista, James Hetfield. Para quem já conhece o roteiro, a grande incógnita é descobrir quais as músicas que os quatro vão tocar naquele dia, já que o set list muda de palco para palco.

Em São Paulo, até o criticado álbum St. Anger (2003) ganhou uma representante no show. Dirty Window foi a escolhida e surpreendeu os fãs. No Leaf Clover, do S&M (1999), foi outra novidade. Do mais, um passeio por todas as fases, desde o início, com Ride The Lightning, Seek and Destroy e Welcome Home (Sanitarium), até a nova fase, com Fuel e os clássicos do álbum preto, entre elas Holier Then Thou, que vira e mexe volta a ser tocada ao vivo.

O show mostrou que os quatro integrantes, beirando os 60 anos, ainda estão em plena forma. Kirk Hammett abusou dos solos de guitarra. Robert Trujillo (baixo) e Lars Ulrich (bateria) seguem dando a consistência de que a banda precisa. No fundo do palco, imensos telões complementavam as músicas com imagens e grafismos.

A plateia de São Paulo reconheceu a entrega da banda e não deixou por menos. Compareceu em peso, apesar de ter acontecido em plena terça-feira. De acordo com o site do São Paulo Futebol Clube, mais de 70 mil pessoas estiveram no Morumbi para ver a banda. Inicialmente, ainda antes da pandemia, a apresentação aconteceria num sábado.

Antes de São Paulo, a banda já havia se apresentado em Curitiba e Porto Alegre. Na quinta, 12, a apresentação será em Belo Horizonte. Os shows no Brasil têm abertura da banda-sensação Greta Van Fleet, que mostrou imensa evolução desde a primeira passagem por aqui, no Lollapalooza de 2019. O Metallica frequenta terras brasileiras desde 1989, quando os norte-americanos subiram no palco do Ginásio do Ibirapuera em duas noites.

Antes do show, James Hetfiled telefonou para Joice Figueiró, que deu à luz ao pequeno Luan durante a apresentação da banda em Curitiba, no sábado passado. O momento foi compartilhado pela mãe no Instagram. Na ligação, James se apresenta e pergunta como está o mais jovem fã da banda.

Luís Fernando Bovo
Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas