sábado, 2 julho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

‘Fofocas atrapalharam essa relação’, diz Marina Ruy Barbosa sobre Marquezine

Aos 26 anos, Marina Ruy Barbosa conquistou o próprio espaço na teledramaturgia e tornou-se empresária com a marca de moda Ginger. Para ela, ter começado a trabalhar aos oito anos de idade contribuiu para o sucesso.

“Amadureci cedo por causa do trabalho e acho que isso me deixou mais acelerada. Não paro”, comentou em entrevista ao jornal O Globo.

Junto com a fama e as conquistas, vieram também as críticas e comparações: no caso, entre ela e Bruna Marquezine, que começaram a trabalhar na TV praticamente na mesma época.

Questionada sobre se acredita no fim do mito de que as mulheres são sempre rivais, uma vez que tem avançado a discussão sobre gênero, ela disse que é preciso mudar esse conceito.

“A gente vive numa sociedade machista e vejo muitas comparações, e sempre entre mulheres. Crescemos ouvindo que Xuxa e Angélica eram rivais. Precisamos mudar essa história. Bruna (Marquezine, atriz) e eu passamos por isso o tempo inteiro. Somos da mesma geração, começamos na TV mais ou menos juntas. Essa ‘rivalidade’ dá retorno, audiência em sites. E isso é tóxico para todos os lados envolvidos”, respondeu.

Ela e Marquezine contracenaram juntas na novela da Globo Deus Salve o Rei, de 2018, e a ruiva diz que “existe muito respeito” entre ambas. “Eu tenho um carinho enorme por ela. Compartilhamos uma vida bastante parecida. Mas fofocas atrapalharam essa relação. No fim, é uma questão de afinidade”, completou.

Outra crítica que a atriz enfrenta é sobre ser isenta quando se trata de posicionamento político. Ela reconhece essa visão e diz que prefere manter a saúde mental.

“Sei que, de alguma forma, me enxergam nesse lugar de isenta. Hoje, no entanto, tenho um olhar muito para mim, não no sentido egoísta. Mas é uma busca de autoconhecimento. Coisa em que a terapia tem me ajudado. Entendi que tenho um limite para suportar ataques nas redes sociais …. Não é medo de perder seguidores ou trabalho. O medo até existe, mas é um medo em relação à minha saúde mental. Não há mais espaço para errar. Um deslize e você recebe uma série de julgamentos”, disse.

Atualmente, ela namora o deputado federal Guilherme Mussi, filiado a um partido que apoia o presidente Jair Bolsonaro, mas ela afirma que o líder do Executivo não a representa e prefere não comentar sobre a carreira do companheiro.

“Sem passar pano para homem porque não estou aqui para isso, há coisas infundadas sobre meu namorado. Mas não quero entrar em detalhes. É uma história dele, a política não é minha. Eu o conheço e me relaciono com o Guilherme há pouco mais de um ano. Não posso falar sobre sua carreira.”

Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas