terça-feira, 28 junho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Pepeu e Baby lançam juntos álbum ‘140 Graus’

Baby do Brasil e Pepeu Gomes têm muita história juntos para contar. Ícones da música nacional, eles foram casados por quase 18 anos, tiveram seis filhos e foram barrados na Disneylândia quando a cantora estava no oitavo mês de gestação de um deles – à época, o figurino alternativo do casal parece ter assustado a segurança do parque. Apesar de tudo isso, eles nunca haviam gravado um álbum juntos. Agora, no ano em que ambos completam 70 anos de vida, eles lançam a turnê 140 graus, que percorre o País nos próximos meses.

De certa forma, o lançamento oficial desse encontro será nesta sexta, 8. Composto em 1983 por Baby, Pepeu e Didi Gomes, o hit Masculino e Feminino será relançado pela MSK Records, selo da Musickeria, em diversas plataformas de streaming. Ela será uma das músicas que vão compor o álbum, previsto para junho. A gravação ao vivo ocorrerá amanhã no projeto Noites Cariocas, no Morro da Urca, na zona sul do Rio.

“Masculino e Feminino é uma música que conseguiu atravessar esses anos todos e continuar muito atual. Hoje tem homofobia, maus-tratos, xingamento e não respeito aos homossexuais… A música não tem a ver com isso, a música fala que se Deus é menino ou menina, Deus está dentro do homem e da mulher”, disse Pepeu.

“Mas ela virou um hino, e a gente achou que se regravássemos, com uma fórmula nova, com um arranjo novo, com uma modificação na letra, acrescentaria muito para falar para esta juventude o que ninguém está conseguindo falar.”

No repertório com cerca de duas dezenas de músicas, haverá espaço ainda para homenagens a João Gilberto, Moraes Moreira e Tom Zé, além de temas de personagens de novelas, sucessos que marcaram as carreiras dos dois e duas músicas novas.

140 GRAUS

Na terça, 5, Baby do Brasil e Pepeu Gomes receberam o Estadão em um estúdio na zona oeste do Rio. Posaram para muitas fotos, falaram de música, riram com episódios do passado e lembraram de mágoas superadas.

A escolha de 140 Graus como nome do álbum vem de uma brincadeira feita com a soma das idades da dupla. Os dois, aliás, estão bem à vontade com a chegada aos 70 – Pepeu os completou em fevereiro, Baby chegará aos dela em julho.

“Eu me sinto uma criança, porque abdiquei de ser adulta. Não gostei da experiência. Eu acho que o mundo adulto é um fracasso: gosta de guerra, de caretice, de comandar, de mandar, de ser duro… Eu detesto tudo isso, e sabe por quê? Porque nesta experiência neste planeta isso não serve para nada!”, comentou Baby, com o alto-astral típico de sempre.

“Há uma coisa que essa experiência de vida que os 70 anos nos dão que é genial, espetacular: eu programei saúde, eu programei meu coração e não tem nada de mágoa ou ressentimento.”

Pepeu, por sua vez, chegou à sétima década de vida projetando as próximas duas. “Espero que eu consiga pelo menos mais uns 20 anos aí, tocando guitarra, compondo.”

Os dois estão muito felizes em, finalmente, dividir o palco em uma turnê. “É um reencontro familiar musical”, afirmou Pepeu, lembrando que há mais três Gomes na banda que compõe o show.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Marcio Dolzan
Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas