O que será que os astros reservam para Jair Messias Bolsonaro? - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Variedades
O que será que os astros reservam para Jair Messias Bolsonaro?
A astróloga Márcia Fervienza faz o mapa natal e explica o que os astros dizem sobre o Presidente
Publicado por Redação VitóriaNews
Foto: Marcos Corrêa/PR

Por Márcia Fervienza*

Considerando a data e hora de Nascimento de 21 de março de 1955, as 14h45 em São Paulo, Jair Bolsonaro está atravessando trânsitos difíceis sobre seu mapa natal. A oposição que o planeta Saturno está fazendo ao seu ascendente o deixa mais vulnerável, não só as doenças oportunistas que surgem devido à baixa imunidade, problemas de pele ou ossos, e doenças relacionadas a estresse por excesso de trabalho, como também à opinião pública. Neste posicionamento, Saturno torna o olhar do público muito mais crítico em relação à performance e as decisões tomadas por Bolsonaro.

O "problema" é que o presidente não se influencia ou abala significativamente pela opinião alheia. Na verdade, ele ser orgulha de ser diferente e de "não seguir o rebanho": com Urano sobre o seu ascendente, ele age segundo aquilo que acredita e obedece somente às regras ditadas pelo seu próprio código pessoal. Se esse código pessoal se alinhar aos desejos e necessidades da maioria, ótimo. Do contrário, tudo bem também! Para ele, é muito mais importante ser fiel ao que acredita do que se alinhar às expectativas alheias.

Saturno em trânsito pela sua casa 7 também faz contato tenso com Netuno, o que astrologicamente o torna mais vulnerável a infecção por doenças epidêmicas, intoxicação e quadros alérgicos. Aliás, a grande quantidade de planetas transitando a sua casa 6 (saúde e rotina) pede atenção a outros quadros patológicos, que não se restringem ao vírus.

Como Netuno fala de inconsciente, o presidente pode estar atravessando um momento emocionalmente estressante e que pode falar até de depressão. Quando o princípio da realidade (Saturno) se choca com o princípio do sonho e do ideal (Netuno), nós atravessamos um período de desilusão e de questionamento, onde pode ser necessário corrigir a rota para poder continuar avançando.

No caso do presidente, no entanto, existe um, porém: Bolsonaro tem uma "proteção cósmica" acentuada. Com Júpiter na casa 12, ele toma mais riscos do que outras pessoas tomariam e as consequências para ele são infinitamente menores do que seriam para os demais. Por isso, a sua margem de erro (em qualquer aspecto, mas principalmente envolvendo saúde e corpo físico) é muito mais ampla do que daqueles que não carregam esse posicionamento. O fato dele saber e sentir que, no final, tudo dá certo, de uma forma ou de outra, o encoraja a seguir sem maiores preocupações em relação a futuras consequências. O que pode ser trágico!

* Márcia Fervienza é astróloga, psicóloga e coach de vida

Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.
Notícias Relacionadas