ComiXology lança 'Funny Creek', HQ de Rafael Scavone e Rafael Albuquerque - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Variedades
ComiXology lança 'Funny Creek', HQ de Rafael Scavone e Rafael Albuquerque
Publicado por Estadão Conteúdo

Funny Creek, uma série limitada de HQ dos brasileiros Rafael Scavone e Rafael Albuquerque e com arte de Eduardo Medeiros, começa a ser publicada no dia 4 de agosto pela ComiXology, uma subsidiária da Amazon que disponibiliza HQs digitais, e o Stout Club Entertainment. Serão ao todo cinco volumes, publicados semanalmente, em português e em inglês.

A história fala sobre o poder dos ídolos da cultura pop, a banalização da violência e a superação da culpa. Ambientada em 1985, as crianças Lilly e Andy são ótimas amigas que amam o desenho animado de faroeste Funny Creek. Quando uma terrível tragédia ocorre, Lilly se vê presa em seu desenho favorito, habitado por mocinhos, bandidos e palhaços. Lá, ainda segundo a sinopse, ela se junta a Clumsy e Cody para enfrentar os diabólicos vilões Cold Joe e sua gangue de capangas em um confronto em Funny Creek Town.

Lily então descobre que ser uma heroína não é tão simples quanto ela pensava. Ela precisa lidar com as consequências de seus atos, no desenho e no mundo real, e precisa resolver questões mais antigas e pessoais para poder voltar para casa.

Outras quatro séries estão previstas dentro do acordo da ComiXology Originals com a Stout Club Entertainment. Os títulos poderão ser comprados por R$ 10,90 na loja Kindle, da Amazon.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.