Tite lamenta: ‘Nutri esperança de brigar por título na última rodada’

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – O técnico Tite não escondeu a frustração por ver o Flamengo com remotíssimas chances de título após a vitória sobre o Cuiabá. O time ainda pode alcançar o Palmeiras em pontos, mas o saldo de gols traz uma diferença, de forma realista, inatingível:16 gols.

“Eu nutri a esperança de brigar pelo título ainda na última rodada. Te confesso. Porém não está definido ainda o que era o objetivo inicial. Tem o sonho e o real. O real é a classificação direta para a fase de grupos da Libertadores”, disse Tite, reforçando que o Fla não pode deixar de lado o jogo da última rodada, contra o São Paulo.

Veja mais respostas da coletiva

Varela

“Dois externos em amplitude. Dois meias nos dois bolsões, um pivô e um sexto agredindo. Um lateral de um lado construtor, que pudesse ser o Filipe e o Varela. Varela comeu a massa quieto durante dez jogos. E por mérito do grande jogador que é o Matheuzinho. Que é o Wesley. Mas em uma concorrência em alto nível. A oportunidade surgiu para todos”.

“(Na data Fifa) O Bielsa ligou para que pudéssemos liberar ele antes. E eu não podia. Ele ficou aqui, comeu a massa. Entrou no fim do jogo contra o Palmeiras. Trabalhou, trabalhou. Premia esse tipo de conduta. Excelência é a repetição. E fez um grande jogo, como a equipe fez um grande jogo. Que pena que não traduziu no placar a performance que ela teve”.

Jogo de festa

“Dá para a gente fazer uma grande partida homenageando dois grandes ídolos. E fazer com que essa homenagem se converta em concentração, competitividade, desempenho e resultado, que não condiz com o que foi o jogo”.

Jogo funcional

“A parte defensiva de uma ação é parecida com a de 2019. Era Rafinha e Filipe Luís. Nós temos tendência quando é Matheuzinho e quando é Varela. Exatamente a mesma. A parte ofensiva ela trouxe com Pedro de 9 a utilização de dois flechas do lado. Cebolinha, Bruno Henrique, Luiz. Eventualmente um articulador como Gerson, Everton Ribeiro, Victor Hugo. Você tem versatilidade nas utilizações, então o desenho tático passa por aí”.

Filipe falou sobre jogar no meio?

“Nossa fase ofensiva é de um lateral construtor, e aí a gente utilizou o Filipe fazendo um articulador. “Vira pé”, porque ele esconde o passe até a última possibilidade que ele tem. Um jogador que tem uma qualidade técnica incrível e eu só desejo que ele tenha muita luz na sequência da vida dele”.

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Pinterest
Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.