Tiro de PM matou genro de Abdelmassih, diz delegada

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O tiro que matou Denis Roberto Piccoli Ramos no bairro do Morumbi, em São Paulo, partiu da arma do PM de folga que testemunhou e reagiu ao assalto.

A autoria do tiro foi confirmada pela delegada do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa, Ivalda Aleixo. Imagens gravadas pela câmera de segurança do prédio ajudaram a esclarecer a dinâmica dos fatos, informou a delegada à TV Globo.

Denis Roberto Piccoli Ramos é genro do ex-médio Roger Abdelmassih, condenado por crimes sexuais cometidos contra pacientes.

No vídeo, é possível ver que os suspeitos conseguem derrubar o casal da moto de luxo na entrada da garagem do prédio. O PM de folga começa a atirar segundos depois.

Quando um dos criminosos cai no chão, a vítima tira o capacete e começa a golpear o homem. Nesse momento, ele é baleado pelo PM de folga.

Ao UOL, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo afirmou que a corregedoria da Polícia Militar acompanha o caso.

“Ele vê alguém sendo agredido no chão. Ele imagina que o agressor é um dos assaltantes e ele atira, mas na verdade era o contrário. Era a própria vítima, o dono da moto. Foi de imediato. Ele já conversou conosco, a arma dele já foi apreendida, haverá perícia, óbvio, mas as imagens deixaram claro e ele também falou o que aconteceu”, disse Ivalda Aleixo, em entrevista à TV Globo.

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Pinterest
Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.