Número de queimadas na caatinga em 2023 foi o mais alto desde 2010

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O ano de 2023, que acumulou desastres climáticos e temperaturas extremas, foi também o recordista em mais de uma década quanto às queimadas na caatinga.

Segundo dados do sistema BDQueimadas, do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), foram registrados mais de 21,5 mil focos