Tadeu Schmidt diz que BBB 24 foi o mais intenso que já apresentou

ARACAJU, SE (FOLHAPRESS0 – Em seu terceiro ano como apresentador do Big Brother Brasil, Tadeu Schmidt afirma que o BBB 24 foi a edição mais impetuosa que comandou desde que assumiu o reality show da Globo, em 2022. Foram 100 dias (completos nesta terça-feira, 16, dia da grande final) que renderam conteúdo até a última semana, algo raro de acontecer.

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Tadeu fez um balanço do programa. Considerado calmo e paciente com os participantes, o apresentador afirma que chegou a temer a forma como as coisas estavam se desenrolando na casa, especialmente durante a briga entre Davi Brito e MC Bin Laden -a produção chegou a intervir para apartá-los e o apresentador deu uma bronca ao vivo nos dois.

“Esse ano foi intenso, eles jogaram muito e isso chegou muitas vezes a um limite perigoso”, avalia. “Foram muitas emoções, dentro e fora da casa. Um bom reality vai ser sempre difícil para a produção, porque nós corremos atrás de uma história que os participantes escrevem. Então, quanto mais densa, mais difícil, melhor para o telespectador.”

Tadeu fez uma avaliação do próprio desempenho à frente do reality show. Criticado no início, o jornalista encontrou o tom ao longo da temporada e foi elogiado nas últimas semanas nas redes sociais. O apresentador diz que a experiência e a maturidade no formato vieram com o tempo.

“Cada programa é um programa diferente, não existe fórmula”, comenta. “Com isso, você vai somando experiências. Eu me envolvo e me divirto também, na mesma proporção. Essa é a minha terceira temporada e posso dizer que foi bem intensa. Então eu uso um pouco de tudo que já aconteceu para somar, isso me ajuda na condução do BBB.”

O apresentador evita falar do favoritismo de Davi na final. Para ele, o programa sempre pode trazer surpresas, a qualquer momento da disputa. “Por mais que a gente tenha uma ideia para a semana, saiba quais são as dinâmicas previstas, é impossível adivinhar o que os participantes farão com ela”, comenta. “Isso é o mais legal, mas também o mais desafiador do reality.”

Dentre os participantes já eliminados, ele faz questão defender Beatriz Reis, a Bia do Brás. Nos últimos dias, a ex-feirante foi criticada pela sua personalidade muito exacerbada. Mesmo chamando sua atenção por várias vezes na casa, Tadeu diz que já esperava esse tipo de comportamento pelas informações que já tinha antes.

“Não [me incomodou], de forma alguma”, afirma. “Conhecemos muito cada um deles. A equipe realiza muitas entrevistas, às vezes passam anos até eles serem escolhidos, quando se inscrevem mais de uma vez. Já era esperado que ela fosse esse carrossel de emoções.”

O BBB mudou muito a vida de Tadeu desde que ele assumiu o programa. A sua rotina é tentar ficar ligado 100% no que acontece. E não só ele. O apresentador revela que sua família também acompanha bastante o reality.

“Eu fico 100% imerso no programa a temporada inteira, durmo e acordo junto com os participantes”, relata. “A minha rotina com a minha família muda bastante durante os 100 dias, em termos de horários, obviamente, mas minha mulher e minhas filhas são fãs do programa. Elas mergulham no mundo do BBB junto comigo, e vibrando muito! É muito legal poder vivenciar o BBB dessa forma, sendo um trabalho e uma diversão ao mesmo tempo.”

Diferente dos outros dois anos, Tadeu Schmidt não voltará ao ar somente em janeiro de 2025 em um novo projeto na Globo. Em julho, o apresentador participará da cobertura dos Jogos Olímpicos de Paris. “Tiro férias e, na volta, tenho o Central Olímpica, junto com a Fernanda Garay. Estou muito animado para voltar ao mundo dos esportes, que eu adoro, nessa nova empreitada!”, comemora.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.