Parque Moscoso ganha Ecoposto de Coleta Seletiva - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Sustentabilidade
Parque Moscoso ganha Ecoposto de Coleta Seletiva
Publicado por Redação VitóriaNews
Divulgação

A Central de Serviços instalou mais um ecoposto na capital. Desta vez, o equipamento foi colocado dentro do Parque Moscoso, facilitando o acesso dos moradores para descartar materiais recicláveis, que podem gerar renda para catadores.

A chegada do ecoposto ao parque, próximo à entrada da Avenida República, ao lado do Chafariz da Fonte, chamou atenção e teve a aprovação dos frequentadores do espaço. Um deles foi Hudson Rodrigues, que trabalha num quiosque dentro do parque e o primeiro a depositar na caixa coletora embalagens de papelão que estavam guardadas dentro do seu local de trabalho.

“Sem dúvidas a instalação evita o descarte na rua; fica mais prático para nós aqui e para os moradores do entorno; além de manter tudo mais organizado”, avaliou. Outro que gostou foi o portuário Samarone Gomes, que mora na cidade de Vila Velha e estava no local junto com o seu filho Bento.

“A instalação desse equipamento aqui (Parque Moscoso) é muito importante, por ser um local central próximo a vários bairros. E, aqui, as pessoas estão mais sensíveis a entender a importância da preservação ambiental e manutenção da cidade limpa. Só em ter o equipamento já leva a população a pensar e lidar melhor com os seus lixos”, disse acreditar o portuário.

Para a dona de casa Maria Senhora Lopes dos Santos, que estava no parque com os netos Miguel Luiz (4) e Emanuel Luiz (10), a instalação dentro do parque só tem benefícios. “O primeiro é que evita a ação de animais e catadores rasgando as embalagens para separar o lixo. Outro benefício é que os moradores já podem trazer tudo separado. Assim, garantem renda para quem vive da reciclagem e mantém a cidade sem sujeira”, argumentou.

O administrador do Parque Moscoso, Felipe Melo, comemorou a instalação do ecoposto no local. Segundo ele, a colocação do equipamento reforça a parceria da Central de Serviços e a Secretaria de Meio Ambiente. “Dentro do parque podemos orientar os moradores sobre o uso correto do equipamento e falar da importância da conservação do equipamento. Com colocação do ecoposto aqui, todo mundo sai ganhando. Ganha o meio ambiente; ganha quem vive da coleta seletiva; ganha o morador com a cidade mais limpa”, enumerou ele.

Ecopostos

Desde o início do ano, a Central de Serviços vem colocando ecopostos em diferentes bairros das nove regiões administrativas da cidade. Segundo o secretário da pasta, Leonardo Amorim, a orientação dada à equipe de Coordenação da Coleta Seletiva da secretaria é levar o equipamento de entrega voluntária de lixo seco (passível de reciclagem) para pontos de grande circulação de pessoas na capital e/ou de concentração das famílias.

Amorim contou que os ecopostos têm um importante papel na manutenção da cidade limpa e organizada, bem como na geração de emprego e renda para os membros das quatro associações de catadores de materiais recicláveis existentes em Vitória.

"É o primeiro e mais importante passo para fazer com que vários tipos de resíduos sigam seu caminho para reciclagem ou destinação final ambientalmente correta, pois o resíduo separado corretamente deixa de ser lixo", destacou o secretário.

População pode contribuir

Para que o serviço seja mais eficaz, os munícipes precisam separar os resíduos, colocando nos ecopostos apenas o lixo seco:

 Papéis: papel, jornal, papelão, embalagens de papel e papelão, guardanapos sem resíduos de alimento e líquidos e embalagens de suco longa vida sem resíduos líquidos;

Plásticos: garrafas, potes, copos sem resíduos de alimento e líquidos, pratos e talheres descartáveis sem resíduos de alimento;

Metais: latas sem resíduos de líquidos e embalagens de marmitex sem resíduos de alimento, e

Vidros: garrafas, copos e cacos de vidro sem resíduos de alimento e líquidos.

Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.
Notícias Relacionadas