No Programa Tampinha do Bem, estudantes vão arrecadar tampas para reciclagem - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Sustentabilidade
No Programa Tampinha do Bem, estudantes vão arrecadar tampas para reciclagem
Finalidade é a conscientização ambiental, e rendimento do material recolhido será aplicado nas escolas
Publicado por Redação VitóriaNews
Foto: Edson Reis/Secom-PMS

A Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Manoel Vieira Lessa, no bairro José de Anchieta II, é a primeira unidade de ensino da Serra a receber o Programa Tampinha do Bem, em parceria com o Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado do Espírito Santo (Sindiplast-ES).

O programa de conscientização ambiental, vinculado à Indústria do Bem, da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), faz parte da parceria entre a Prefeitura da Serra e o Sindiplast-ES. 

Gincana da arrecadação 

Alunos e corpo técnico da EMEF vão participar de uma espécie de gincana de arrecadação de tampas plásticas na comunidade. Serão disponibilizados coletores para os estudantes, que devem arrecadar tampas plásticas de garrafas de refrigerante, água, suco, óleo, detergente, amaciante e outros, e ainda tampas de tubos de creme dental, por exemplo. 

Segundo o secretário de Educação da Serra, Alessandro Bermudes, após a coleta, o Sindiplast-ES fica responsável pela pesagem, e o material recolhido pode voltar para escola em dinheiro e outros benefícios. 

Conscientização e geração de renda

“O programa tem diversas finalidades, como a conscientização sobre o descarte adequado de material plástico, estimular a reutilização desse material e proporcionar conscientização entre os participantes da gincana, além da geração de renda”, destacou o secretário.

Na EMEF Manoel Vieira Lessa, em José de Anchieta II, o Tampinha do Bem vai envolver cerca de 540 pessoas, entre os estudantes matriculados e servidores. 

Curiosidade

Fabricadas em sua maioria, em polipropileno, as tampinhas são consideradas uma matéria-prima de primeira qualidade, material nobre que não pode ser desperdiçado, uma vez que, em apenas dois dias, o plástico reciclado está pronto para retornar à indústria. 

Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.
Notícias Relacionadas