Focos de incêndio no Pantanal continuam sendo combatidos - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Sustentabilidade
Focos de incêndio no Pantanal continuam sendo combatidos
Publicado por Redação VitóriaNews/Br61
FAB resgata brigadistas que combatem incêndio no Pantanal. Fotos: Jeférson Prado/ComSoc 6°DN

Juntamente com agências federais e estaduais integrantes das Forças Armadas deram continuidade ao combate a focos de incêndio que atingem o Pantanal de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Na última sexta-feira (14), por exemplo, as ações foram mais intensas na região de Bodoquena e Reserva Kadiwéu, no estado sul-mato-grossense. 

Nessas missões, membros da Marinha, do Exército e da Aeronáutica também empregam aeronaves que transportam brigadistas e despejam água, durante os sobrevoos, para conter as chamas. Na área do Hotel SESC Pantanal, por exemplo, foram realizados 12 lançamentos de água por aeronave do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso.

Além disso, o 6º Distrito Naval, localizado em Ladário – MS, fez, ainda, reconhecimento aéreo, por meio de helicóptero da Marinha, nas localidades de Poconé e Corumbá, no Mato Grosso do Sul. Ao todo, as ações contam com o apoio de 393 pessoas, entre militares, brigadistas e civis, além do emprego de cinco aeronaves das Forças Armadas.

 

Desde o dia 25 de julho, as Forças Armadas atuam no combate a incêndio no Pantanal sul-mato-grossense. No dia 5 de agosto, as ações foram estendidas ao Pantanal mato-grossense. O Ministério da Defesa atende à solicitação recebida pelos dois estados.

 

Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.
Notícias Relacionadas