Especialista esclarece 5 principais mitos sobre energia solar - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Sustentabilidade
Especialista esclarece 5 principais mitos sobre energia solar
Publicado por Redação VitóriaNews

A energia solar está em alta. O tema tem se destacado no último ano devido a frequência do debate sobre sustentabilidade, e aos constantes aumentos na conta de energia elétrica.

Diante desse cenário, diversas informações falsas têm sido propagadas, alimentando inseguranças desnecessárias acerca da tecnologia. Para esclarecer esses boatos, o engenheiro Diogo Dallapicula, da Fortlev Solar, elaborou uma lista com os 5 principais mitos sobre energia solar. Confira:

  1. "Os equipamentos são caros e o investimento não compensa"

Os preços das tecnologias de energia solar, atualmente, estão em sua fase de maior acessibilidade. Além disso, é importante lembrar que, por meio do sistema fotovoltaico, é possível reduzir o valor da conta de luz em até 95%. O famoso "payback", que é o retorno do valor investido ao bolso do consumidor, ocorre em até 4 anos para sistemas residenciais.

  • "O sistema não funciona em dias frios e nublados"

O necessário para que os módulos gerem energia com eficiência é unicamente a luz solar, não importando se o tempo está frio ou quente. Em dias nublados, o sistema gera menos energia, porém permanece gerando.

  • "As manutenções são caras e frequentes"

Os módulos são estruturas muito simples e não exigem manutenções frequentes. As placas são resistentes e ficam instaladas em uma posição fixa. O único problema que pode ocorrer é o acúmulo de sujeira, que pode ser resolvido até mesmo com a ação da chuva. Ao menos duas vezes por ano, é interessante lavar o equipamento sem necessidade de nenhum tipo de produto químico. 

  • "Não é possível utilizar a energia produzida em um local em outro espaço"

Essa prática existe e é denominada como "autoconsumo remoto", que é quando o comprador gera energia em uma unidade e utiliza o excedente para compensar outras contas, da mesma titularidade e dentro da área de concessão da distribuidora. Desta forma, é possível gerar energia, por exemplo, em uma fazenda e, o que sobrar, pode ser compensado na conta de casa. Para empresas, há ainda a possibilidade de gerar energia em uma sede e compensar nas filiais.

Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.
Notícias Relacionadas