Prefeitura cadastra candidatos a padrinhos de crianças de instituições de acolhimento - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Sustentabilidade
Prefeitura cadastra candidatos a padrinhos de crianças de instituições de acolhimento
Indivíduos, famílias e empresas podem participar do projeto em Cachoeiro de Itapemirim
Publicado por Redação VitóriaNews
Foto: Divulgação/PMCI

Quem deseja participar do projeto de Apadrinhamento “Construindo laços de afeto e cuidado”, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) de Cachoeiro, já pode se candidatar para o próximo grupo de encontros e rodas de conversas dessa ação, que será iniciado em fevereiro.

O objetivo do projeto, regido pela lei Nº 7746, sancionada pelo prefeito Victor Coelho, no ano passado, é que pessoas, famílias e empresas possam contribuir para o desenvolvimento das crianças e adolescentes assistidos em instituições de acolhimento do município, seja a partir de convívio e experiências familiares, gerando vínculos afetivos seguros e duradouros, ou com apoio material, por meio do estímulo aos estudos, por exemplo.

O primeiro grupo de candidatos a padrinhos teve as atividades realizadas no fim do ano passado e um casal já obteve a autorização judicial para o apadrinhamento. De acordo com a Semdes, neste ano, 13 pessoas já se inscreveram.

Para se tornarem padrinhos ou madrinhas, os candidatos precisam: ser maiores de idade; ter residência fixa no município de Cachoeiro; apresentar disponibilidade para participar, efetivamente, da vida do afilhado, bem como das reuniões e oficinas com a equipe do projeto; permitir visitas técnicas em sua residência; e concordar com as normas estabelecidas pela proposta do apadrinhamento e a instituição de acolhimento.

Os interessados devem procurar a sede da Semdes, na Ilha da Luz. Lá, serão informados sobre todas as etapas do projeto e as documentações necessárias para participar.

“O projeto de apadrinhamento veio somar. Contribui para que possamos construir e fortalecer os vínculos afetivos dessa classe de crianças que necessitam tanto do nosso apoio e carinho,” comenta a secretária de Desenvolvimento Social de Cachoeiro, Maria Aparecida Stulzer.

Modalidades de apadrinhamento

Padrinho afetivo – aquele que visita regularmente a criança ou o adolescente, buscando-o para passar finais de semana, feriados ou férias escolares em sua companhia;

Padrinho prestador de serviços – profissional ou empresa que, por meio de ações de responsabilidade social junto às instituições, se cadastre para atender às crianças e aos adolescentes participantes do projeto, conforme sua especialidade de trabalho ou habilidade, apresentando um plano de atividades;

Padrinho provedor – aquele que dá suporte material ou financeiro à criança ou ao adolescente, seja com a doação de materiais escolares, vestuário, brinquedos, seja com o patrocínio de cursos profissionalizantes, reforço escolar, prática esportiva, idiomas ou contribuição financeira para alguma demanda específica.

Mais informações: 3511-3972 | 3155-5380

X
Olá! Faça seu cadastro no VitóriaNews.
{{app_feedback}}
{{getTitulo}}
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Comentando como
{{dados_login.nome}}
Sair
{{app_feedback_comment}}
{{comentario.nome}}
{{comentario.comentario}}
Notícias Relacionadas