Mais de 700 caranguejos resgatados durante defeso são devolvidos ao manguezal em Aracruz - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Sustentabilidade
Mais de 700 caranguejos resgatados durante defeso são devolvidos ao manguezal em Aracruz
Publicado por Redação VitóriaNews
Foto: PMA

Nesta semana a Fiscalização Ambiental da Prefeitura de Aracruz devolveu ao manguezal mais de 700 caranguejos. Os crustáceos foram apreendidos na manhã de hoje, último dia do período de defeso - época em que a captura, manutenção em cativeiro, transporte, armazenamento e comercialização da espécie são proibidas.

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente (Semam), a equipe de Fiscalização e a Polícia Ambiental faziam patrulha de rotina na região de Santa Rosa, quando, por volta das 10h, flagraram uma caminhonete em atividade suspeita. O veículo tentou fugir, mas foi parado minutos depois. No carro foram encontradas 60 dúzias do crustáceo, cerca de 720 caranguejos, prontos para serem comercializados.

Os quatro suspeitos que estavam dentro do carro foram autuados e levados à delegacia. Segundo a Semam, eles foram multados e o valor pode chegar a 100 mil reais. “Nos períodos de andada do caranguejo-uçá as proibições são fundamentais para preservar essa espécie tão importante para os manguezais e também à população que depende desses recursos”, explica a gerente de Fiscalização Ambiental da Semam, Ana Clara Paz Otegui.

X
Olá! Faça seu cadastro no VitóriaNews.
{{app_feedback}}
{{getTitulo}}
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Comentando como
{{dados_login.nome}}
Sair
{{app_feedback_comment}}
{{comentario.nome}}
{{comentario.comentario}}
Notícias Relacionadas