Marinha registra partículas de óleo em Interlagos - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Sustentabilidade
Marinha registra partículas de óleo em Interlagos
Publicado por Redação VitóriaNews
Foto: Divulgação/PMVV
Apesar da Marinha do Brasil ter divulgado, na terça-feira (19), que os fragmentos de óleo encontrados em Interlagos, Vila Velha, continham o mesmo "DNA" daqueles localizados nas praias do Nordeste, não há uma preocupação excessiva, pois o volume é muito pequeno.

"Não há o menor motivo para alarme no município de Vila Velha em razão da partícula encontrada na Praia de Interlagos do óleo derramado no nordeste brasileiro; no entanto, continuamos indignados com essa tragédia de dimensões continentais que ultrajou o nosso país", afirmou o prefeito Max Filho.

Os pequenos flocos de óleo foram recolhidos no último sábado (17) e submetidos a testes de DNA. Na tarde dessa terça-feira (19), o Comitê Municipal para acompanhamento e vigilância do avanço das manchas de óleo realizou, durante a maré baixa (baixa-mar), uma vistoria na praia de Interlagos e, segundo o coordenador do Comitê, coronel Marcelo D'Isep, a quantidade é pequena se comparada à extensão de 32 km de orla do município.

"A recomendação continua a mesma. Caso alguém encontre qualquer vestígio de óleo, é importante não manusear sem os equipamentos de segurança necessários e entrar em contato com a Ouvidoria Municipal pelo telefone 162, pelo aplicativo Ouve Vila Velha ou acionar a Marinha, através do número 185, que vamos ao local”, explicou D'Isep. O comitê atendeu também representantes da associação de moradores de Interlagos, que foram orientados sobre como proceder. “O óleo está encapsulado, não está aderindo às pedras, e vem na maré baixa, por isso não corre risco de alteração nos pescados nem na balneabilidade”, explicou D'Iusep.

Estão atuando nas praias: 36 guarda vidas da Secretaria Municipal de Defesa Social e Transito e 30 garis da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, todos devidamente treinados. Já a Marinha, disponibilizou 34 homens pela manhã e 34 durante a tarde.

Treinamentos
 
Pescadores da Colônia Z2, em Itapuã, também receberam treinamento na manhã desta terça-feira. "Eles já se colocaram à disposição, após a formação na colônia. Uma quantidade significativa de pescadores se dispuseram a nos ajudar em ações futuras no mar" relatou a subsecretária de Meio Ambiente Marjorye Boldrini.
X
Olá! Faça seu cadastro no VitóriaNews.
{{app_feedback}}
{{getTitulo}}
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Comentando como
{{dados_login.nome}}
Sair
{{app_feedback_comment}}
{{comentario.nome}}
{{comentario.comentario}}
Notícias Relacionadas