BRK Ambiental apresenta evolução do saneamento em Cachoeiro para deputados estaduais - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Sustentabilidade
BRK Ambiental apresenta evolução do saneamento em Cachoeiro para deputados estaduais
Publicado por Redação VitóriaNews
Tati Beling/Ales

O trabalho desenvolvido pela BRK Ambiental em Cachoeiro de Itapemirim foi apresentado para a Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) na terça-feira, dia 13 de agosto, em Vitória. A apresentação, a convite do presidente da comissão, deputado Hércules Silveira, foi feita pelo diretor da concessionária de água e esgoto, Bruno Ravaglia.

O diretor destacou que o saneamento, que é um fator transformador e tem o objetivo de melhorar a qualidade de vida das pessoas, vem ganhando um maior destaque  no Brasil e no Espírito Santo. Apesar da maioria dos municípios, segundo Bruno Ravaglia, não estar fazendo o seu dever de casa, que prevê a elaboração de Plano Municipal de Saneamento Básico (Lei nº 11.445/2007, a Lei de Saneamento), alguns passos importantes vêm sendo dados além de Cachoeiro de Itapemirim no estado do Espírito Santo, que foi um dos primeiros do Brasil a firmar parceria com a iniciativa privada.

Ele enfatizou que as cidades de Vila Velha e de Serra, na Grande Vitória, para avançar nos serviços de esgotamento sanitário, firmaram Parcerias Público-Privado (PPP) nos últimos anos. Em Cachoeiro de Itapemirim, a concessão de água e esgoto pelo poder público à iniciativa privada aconteceu em 1998. Passados 21 anos, na área urbana, mais de 99% da população é abastecida com água de qualidade e mais de 98% dos esgotos são coletados e tratados.

No início da concessão, Cachoeiro tinha menos de 5% do esgoto tratado. Hoje, são tratados por dia mais de 21 milhões de litros de esgoto, pelas 11 Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) da BRK Ambiental. Sem o tratamento, esse montante iria “in natura” para o Rio Itapemirim.

Outro destaque de Cachoeiro de Itapemirim está na reservação de água: o município possui 20 milhões de litros de água tratada reservada, o que dá maior  segurança operacional para o sistema. Os investimentos nos serviços de água e esgoto ao longo desse período totalizaram mais de R$ 222 milhões.

No desafio de universalizar os serviços de saneamento, a BRK Ambiental está com um novo ciclo de investimentos (2018-2022) em andamento. “Ao todo, serão empregados mais R$ 30 milhões na modernização e ampliação do Sistema de Abastecimento de Água e do Sistema de Esgotamento Sanitário do município, distribuídos em todos os bairros e municípios”, afirma o diretor Bruno Ravaglia.

Há ainda mais R$ 2,4 milhões de investimentos, definidos pelo 11º Termo de Aditivo firmado em maio deste ano, entre a Prefeitura de Cachoeiro e a concessionária,  para a construção  de redes de água para as localidades de Quilômetro Nove, Timbó, Monte Líbano, Morro Grande, Tijuca (Retiro), Alto Gironda e Safra que estão sofrendo com a estiagem prolongada.

 

Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.
Notícias Relacionadas