Empresa aposta em inovação para tratar efluentes sem produtos químicos - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Sustentabilidade
Empresa aposta em inovação para tratar efluentes sem produtos químicos
Publicado por Redação VitóriaNews
Rafael Alves e Ana Carolina, funcionários da 2M Soluções Ambientais. Divulgação/Bandes
Um dos principais desafios das empresas na atualidade é saber como incorporar os conceitos de sustentabilidade ao dia a dia dos negócios. Antes visto como custo para as empresas, este conceito passou a ser superado pelo entendimento que há diversos ganhos em trabalhar dentro de princípios de sustentabilidade.

Diante deste cenário, o empreendedor Antônio Luis Médice desenvolveu um produto inovador destinado ao tratamento de efluentes sem a utilização de produtos químicos. A ideia surgiu a partir de uma viagem de negócios a São Paulo, quando Antônio teve o primeiro insight para desenvolver a fórmula que deu origem ao Byomais, produto utilizado para a otimização dos processos de biodegradação, remediação e depuração dos contaminantes ou poluentes em caixas de esgoto sem a utilização de químicos.

De volta a terras capixabas e com o produto patenteado, o empreendedor implantou a empresa 2M Soluções Ambientais. “Eu acreditei na ideia, comecei a desenvolvê-la e, ao longo de quatro anos aperfeiçoei a formulação para aumentar a eficiência do produto. Necessitava de investimento para implantar a empresa e procurei o Bandes, onde pude investir na empresa”, conta Antônio Luiz.

A ideia inovadora aliada ao seu espírito empreendedor rendeu um produto único no Brasil. “Não existe nenhum produto similar ao Byomais no mercado nacional. Geralmente, o tratamento de efluentes é realizado com produtos químicos. O nosso é 100% natural e atóxico, o que é atestado por laboratórios credenciados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”, declara Antônio, que conta com quatro funcionários para atender à demanda, entre eles, uma bióloga e um profissional de suporte e aplicação em campo.

Em poucos anos, a cartela de clientes se expandiu, o atendimento a condomínios, restaurantes, fazendas agrícolas, hotéis, destilaria de álcool, rede de supermercados, hospitais, hoje comporta grandes empresas. “Estamos trabalhando com apenas 40% de nossa capacidade. Nosso produto atua não só com resíduos de esgoto como também hidrocarnoneto (derivado do petróleo) e pode ser aplicado tanto na agua como também ser utilizado no tratamento do solo”, finaliza.

Para investir no desenvolvimento e comercialização de seu produto, Antônio Luiz contou com o crédito do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes). “Eu precisei do crédito para fechar a conta do projeto e meu contador sugeriu que eu procurasse o Bandes. Com o crédito, consegui concretizar meus planos”, explica o empresário.

Apoio à inovação

“O Bandes tem linhas para apoiar a inovação em pesquisa e tecnologia e estamos de olho no aumento da competitividade das empresas capixabas”, complementa Aroldo Natal. O Bandes é um agente importante e conta com instrumentos como o INOVACRED/FINEP. “Somos o repassador exclusivo desses recursos no Espírito Santo. Nas linhas de inovação, temos as melhores condições em termos de taxas e prazos no mercado”, explica o presidente.

Podem ser financiados projetos de inovação, de maior valor agregado e portadores de futuro: introdução de novos produtos, processos, serviços, marketing ou inovação organizacional, bem como o aperfeiçoamento dos já existentes, no ambiente produtivo ou social, visando ampliar a competitividade das empresas no âmbito regional e nacional.

São financiamentos de até R$ 5 milhões para adquirir equipamentos, softwares, serviços de consultoria tecnológica, matérias-primas. Você também pode obter crédito de até R$ 10 milhões, com as linhas BNDES MPME Inovadora e FINEP Inovacred, para aumentar a produtividade das empresas ou financiar investimentos, com prazos que vão até 96 meses.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.
Notícias Relacionadas