São João de Caruaru bate recorde de público e movimentação financeira

CARUARU, PE (FOLHAPRESS) – Os números obtidos pelo São João de Caruaru fazem jus ao título que o evento ostenta de ‘Maior São João do Mundo’. Em 72 dias de festa, foram movimentados R$ 668 mi, por um público de 3,7 milhões de pessoas, das quais 1,5 milhão eram turistas. A rede hoteleira teve ocupação de 100% e os voos no aeroporto Oscar Laranjeiras, que atende a cidade, tiveram ocupação de 90%.

Essa movimentação atípica turbinou as vendas do comércio em 60% em comparação com o ano de 2023. Apenas o São João na Roça, programação que iniciou no dia 19 de abril, movimentou R$ 4 milhões e contou com um público de 29 mil pessoas nos 13 polos de animação.

As ocorrências policiais tiveram uma queda de 46% em comparação aos números registrados em 2023. Todos os casos foram solucionados, segundo a assessoria de imprensa do evento.

Ao longo dos dias de festas, foram gerados 20 mil empregos diretos e indiretos. Tudo isso movimentado por uma programação intensa em 27 polos culturais, sendo 13 na área rural e 14 na área urbana por onde passaram mais 1.300 atrações, entre música, dança, exposições, teatro, grupos culturais e oficinas.

Ainda segundo os dados divulgados pela assessoria de imprensa, a programação teve 25.455 artistas dos quais 83%, ou seja, 21.147, eram da própria cidade de Caruaru. A grade de programação reuniu 78% de artistas locais e 88% de participantes que se tornaram elegíveis por meio de edital. Esse contingente foi responsável por 4,2 mil horas de música, que teve o forró como ritmo principal, mas também envolveu pagode, reggae, música gospel e outros gêneros.

SOLIDARIEDADE E INOVAÇÃO

Ainda segundo a assessoria, foram recolhidas 60 toneladas de material reciclável e realizado o plantio e doação de 3 mil sementes, envolvendo cinco escolas e 182 estudantes. Em paralelo às festividades, foram realizadas atividades solidárias, por meio das quais foram doadas 24 toneladas de alimentos não perecíveis, 272 colchões, 15 camas, 55 berços e 1,5 mil cobertores. Também foram distribuídas roupas, agasalhos, produtos de limpeza e de higiene pessoal para diversas organizações filantrópicas.

Com o propósito de gerar renda para as mulheres, a programação promoveu a Feira da Mulher Empreendedora, um espaço para que as comerciantes locais aproveitam o período aquecido para comercializar seus produtos.

Localizada no espaço Casa Rosa e Estação, a feira produziu movimentou R$ 91,8 mil. Também foram registradas 583 visitas à Casa da Mulher Artesã, espaço de exposição das obras dos artistas do barro, localizado no bairro do Alto do Moura.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.