RS confirma cinco mortes pelas chuvas no estado

FOLHAPRESS

RS confirma cinco mortes pelas chuvas no estado

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A Defesa Civil do Rio Grande do Sul confirmou, nesta terça-feira (21), mais uma morte pelas chuvas no estado e Porto Alegre decretou estado de emergência devido às enchentes na cidade.

Agora são cinco mortes relacionadas às chuvas que atingem o Rio Grande do Sul desde a semana passada.

A quinta vítima, uma mulher, foi encontrada por familiares dentro de casa. Segundo a Defesa Civil, os parentes chegaram a acionar o socorro, mas ela não resistiu.

O órgão ainda informou que 24.976 pessoas estão desalojadas, enquanto outras 3.351 foram encaminhadas a abrigos públicos.

A cidade de Gramado registrou duas mortes relacionadas às chuvas. Giruá, Vila Flores e Eldorado do Sul aparecem no balanço da Defesa Civil com uma morte cada.

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB), anunciou nesta terça que a capital está em estado de emergência após as chuvas. "Dar agilidade ao trabalho das equipes é fundamental para cuidarmos dos que mais precisam".

CHUVAS NO RS

Rio Grande do Sul vem sofrendo com vendavais, alagamentos, enxurradas e soterramentos desde o dia 13 de novembro.

No estado, pelo menos 158 prefeituras reportaram danos à Defesa Civil.

As ruas de Porto Alegre foram tomadas pela água do Guaíba após uma das comportas vazar na noite desta segunda-feira (20).

O nível do Guaíba chegou a 3,45 metros às 7h15 desta terça. A cota de inundação é de 3 metros e a de alerta é 2,5 metros, segundo a Defesa Civil.

O prefeito Sebastião Melo (MDB) anunciou nesta segunda que as comportas foram fechadas. "Em função do alto nível de chuva nas cabeceiras e rios que deságuam no Guaíba, determinamos o fechamento preventivo".