Romário defende Gabigol, mas concorda com punição do Flamengo

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – Após presenciar do banco de reservas o América estrear com vitória por 2 a 0 sobre o Petrópolis, na Série A2 do Campeonato Carioca, Romário, que é presidente do clube rubro, saiu em defesa de Gabigol, mas ao mesmo tempo concordou com a punição do Flamengo após o atacante aparecer em uma foto vestido com uma camisa do Corinthians.

“É um assunto muito complexo. Eu, particularmente, nunca vesti [camisa de um rival enquanto defendia outro clube]. Conheço o Gabigol, estivemos algumas vezes juntos, tenho um respeito por ele muito grande. Posso afirmar que esse gesto não foi em desrespeito ao Fla. Foi por algum motivo, que ainda não sei qual é, vou acabar sabendo porque temos amigos em comum. Ele sabe a importância do Fla. Ele é um cara inteligente, que veste a camisa do clube em vários sentidos. Temos que entender algumas situações antes de criticar.”, disse Romário.

Romário, porém, concordou com a punição do Flamengo. O Rubro-Negro retirou a camisa 10 do atacante e aplicou uma multa em seu salário.

“Vamos nos colocar no lugar do presidente do Flamengo. Gabigol está no America e veste a camisa de algum time que quer contratar ele, com certeza teria uma punição. Mas, por outro lado, eu tenho certeza que ele não fez em desrespeito”, disse o Baixinho, que encerrou parabenizando a diretoria do Flamengo”, relatou o jogador.

“O Flamengo fez o Gabigol ser de novo o Gabigol. Pelo o que conheço com os amigos em comum, sei que ele tem um respeito acima da média pelo Flamengo. Parabéns pela atitude da diretoria em ter multado e tirado a camisa 10 dele, mas afirmo para vocês que não fez em desrespeito.”, finalizou Romário.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.