Regina Duarte relata que quebrou três dentes após cair em calçada - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Ricos e Famosos
Regina Duarte relata que quebrou três dentes após cair em calçada
Publicado por Estadão Conteúdo
Divulgação

A atriz Regina Duarte relatou neste sábado, 29, que há duas semanas teve três dentes quebrados após cair enquanto caminhava por uma calçada de São Paulo. Ela estava distraída, usando o celular, e não percebeu uma irregularidade no chão.

Junto ao relato, a ex-secretária de Cultura do governo Bolsonaro publicou uma foto em que aparece com o lábio machucado. Depois do acidente, ela passou por uma cirurgia e foi preciso dar 16 pontos na boca.

"Há duas semanas, caminhando rapidamente numa calçada irregular de São Paulo, vinha eu digitando uma mensagem que considerava 'urgente' e não me dei conta de uma depressão que existia logo ali à minha frente. Resultado: pisei em falso nela, aterrissei de boca no chão, queixo, nariz , dente. Não tive tempo de amortecer a queda, fui de boca no chão. Resultado: quebrei 3 dentes, muito sangue, a boca cheia de cacos de porcelana", descreveu.

Regina afirmou que algumas pessoas tentaram ajudá-la, querendo levá-la ao hospital, mas ela preferiu "avaliar o estrago" em casa, de onde estava perto. Em contato com o profissional que cuida da sua saúde bucal, a atriz passou pela cirurgia que durou uma hora e meia. "Fiz questão de assistir, claro que depois de quatro tubos de anestesia e sem sentir um pingo de dor."

A artista disse que resolveu compartilhar o caso porque acredita ser um alerta para as pessoas que muitas vezes se distraem nas ruas enquanto usam o celular. "Esses aparelhinhos tiram de nós a capacidade de concentração, nos mantém atrelados a eles, atrasando os reflexos e podendo pôr em risco a nossa vida", disse.
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.
Notícias Relacionadas