quarta-feira, 18 maio, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Livro sobre como você ficou famoso não acrescenta nada, diz PC Siqueira

BRUNO MOLINERO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Nem parecia o mesmo lugar que recebeu a palestra da youtuber Kéfera na tarde de quinta-feira (1º) e obrigou fãs a assistirem ao evento do lado de fora do espaço que abriga 550 pessoas. Pouco mais de 150 fãs estiveram presentes para ouvir PC Siqueira, nesta sexta (2), na Bienal do Livro de São Paulo.

“Sabem por que tem menos pessoas aqui? Porque tem menos idiotas no mundo”, provocou de cima do palco o também youtuber, que lançou em julho o livro “PC Siqueira Está Morto” pela editora Suma de Letras (R$ 29,90; 248 págs.). A obra foi escrita em parceria com o jornalista Alexandre Matias, que participou da palestra ao lado de Siqueira.

Durante pouco mais de 45 minutos, o youtuber tentou mostrar como o seu livro pouco tem a ver com os outros lançados por donos de canais de vídeo. Neste ano, o destaque da Bienal são as dezenas de lançamentos de youtubers -esperança das editoras de reproduzir nas vendas o sucesso que eles encontram na internet.

Segundo levantamento exclusivo feito a pedido da Folha de S.Paulo pela Nielsen Bookscan, ferramenta de pesquisa do mercado livreiro, porém, o sucesso deles na web não se converte em livros vendidos na mesma proporção. “Não quis que meu livro fosse mais um livro de youtuber. Apesar de ser”, falou Siqueira na Bienal.

De fato, “PC Siqueira Está Morto” mistura ficção com dados de sua vida. Não deixa de ser uma biografia, mas acrescenta fantasia e até ficção científica à narrativa. “Nossa ideia não era fazer uma biografia de como eu me tornei famoso. Acho que isso não acrescenta nada”, disse, em referência aos demais livros livros escritos por youtubers.

Além de fazer uma distinção de sua produção em relação aos demais, ele também fez questão de mostrar que seus fãs são diferentes. “Tem muita gente que lê meu livro e fala que não entendeu nada. Não acho que vocês são burros. Gosto de achar que vocês não são estúpidos e da ideia de desafiar a inteligência”, disse. Pouco antes, ele comentou que nem todos poderiam ter esse privilégio.

Em um momento de panos quentes, comentou que a mulher que limpa a sua casa mostrou a ele uma foto de sua filha com o livro da Kéfera, que ela tinha ido comprar na livraria. “Achei legal ela ter encontrado um nicho. Porque ela vai continuar com vontade de ler. E possivelmente comprando livros. Isso quer dizer muita coisa.”

BIENAL DO LIVRO

QUANDO: até 4/9

ONDE: Pavilhão do Anhembi – av. Olavo Fontoura, 1.209; tel. (11) 2226-0400

QUANTO: R$ 20 (segunda a quinta) e R$ 25 (sexta a domingo)

PROGRAMAÇÃO: horários e mais detalhes no site do evento

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas