Rapper americano Julio Foolio é assassinado após comemorar aniversário

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O rapper americano Julio Foolio foi morto neste domingo (23) após ser baleado na Flórida, nos Estados Unidos. O cantor foi assassinado após comemorar seu aniversário de 26 anos. De acordo com o advogado do artista, ele teria sido vítima de uma emboscada.

A polícia de Tampa, cidade onde o incidente aconteceu, confirmou a morte de Foolio no tiroteio, que deixou outras três pessoas feridas. Elas foram encaminhadas às pressas ao hospital e estão estáveis.

O rapper já havia sofrido um atentado em 2021, quando foi atingido de raspão por uma bala enquanto estava em seu estúdio de gravação. Depois da tentativa de assassinato, ele zombou dos atiradores nas redes sociais. “Vocês literalmente perderam cem tiros.”

Antes de ser assassinado, Foolio compartilhou uma publicação no Instagram mostrando uma festa na qual comemorava seu aniversário, realizado em um Airbnb.

A polícia, no entanto, teria sido chamada para interromper o evento em razão de uma suposta superlotação.

“Posteriormente, ele foi transferido para o hotel Holiday Inn, onde se envolveu em um incidente no estacionamento do hotel e teria sido vítima de uma emboscada”, disse Lewis Fuso, advogado do cantor, ao jornal New York Post.

A polícia disse que Foolioe e as outras três vítimas estavam em seus carros no estacionamento quando agressores não identificados abriram fogo.

As autoridades estão analisando as imagens de vigilância do hotel para identificar os suspeitos, que ainda não foram presos.

Segundo a imprensa americana, o cantor seria integrante da gangue KTA, grupo que tem uma rixa antiga com outras gangues.

Segundo as autoridades, um primo de Foolio e três adolescentes foram mortos em 2018 em circunstâncias parecidas. O assassinato ocorreu durante uma festa de aniversário do irmão do cantor.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.