Estudo aponta que investir em tecnologia diminui gastos públicos - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Política
Estudo aponta que investir em tecnologia diminui gastos públicos
Publicado por Redação VitóriaNews

O setor de tecnologia da informação e comunicação (TIC) contribui para reduzir as despesas no setor público. Essa é a conclusão do estudo “Modelagem dos Efeitos dos Investimentos Públicos em TIC sobre os Gastos Governamentais”.

De acordo com a pesquisa, a cada R$ 1,00 investido em tecnologia da informação e comunicação é possível reduzir R$ 9,42 em gastos governamentais. O estudo também constatou que a cada 1% de aumento no investimento em TIC pelo setor público o Produto Interno Bruto (PIB) cresce 0,058%.

Conduzida pelo Instituto Piatam, a pesquisa teve como fontes órgãos públicos do segmento de TIC, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Comitê Gestor da Internet (CGI.BR) e o Banco Mundial.

Na avaliação do presidente do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest), Paulo Henrique Rabelo Coutinho, o estudo mostra que a TIC é fundamental não apenas para melhorar os serviços públicos, mas também para utilizar os recursos financeiros com mais eficiência.

“Por exemplo, o Data Center do Estado, sediado no Prodest, armazena e disponibiliza informações dos órgãos estaduais com alto nível de segurança. Ao centralizar essa atividade em um único local, o Governo do Espírito Santo economiza gastos com equipamentos, energia elétrica e mão de obra”, explicou Paulo Henrique Rabelo Coutinho.

A pesquisa foi encomendada pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep) e analisou dados sobre o PIB dos Estados referentes ao período de 2004 a 2014.   

 

Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VitóriaNews.
Notícias Relacionadas