Majeski quer aquisição e repasse de tablets para alunos de baixa renda e residentes em áreas rurais - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Política
Majeski quer aquisição e repasse de tablets para alunos de baixa renda e residentes em áreas rurais
Publicado por Redação VitóriaNews
Leonardo Tononi
Em sessão ordinária virtual, os deputados estaduais aprovaram duas indicações, de autoria do deputado Sergio Majeski (PSB), para amenizar os impactos e favorecer o acesso à educação durante e após o período da pandemia do novo coronavírus.

Na Indicação 806/2020 para o Governo do Estado, com o objetivo de auxiliar os estudos nas aulas fora do ambiente escolar durante a pandemia, Majeski orienta a aquisição e repasse de tablets para alunos de baixa renda e para os residentes em áreas rurais que estejam matriculados na Rede Estadual de Ensino.

“A educação passou a se dar à distância, seja pelas aulas e atividades disponibilizadas na internet, ou pela transmissão das aulas em canais abertos da televisão. É necessário que o Estado provenha meios para garantir o acesso aos conteúdos disponibilizados e para a busca de outras fontes de informação. O equipamento auxiliaria uma parcela significativa de estudantes ao longo desse período de pandemia e após o retorno às atividades normais”, destaca Majeski.

Crise financeira vai aumentar pressão por vagas na rede pública

A outra indicação (805/2020) de autoria do deputado Majeski, aprovada na Assembleia Legislativa, orienta que a Secretaria de Estado da Educação elabore planejamento por conta do aumento da demanda por vagas na Rede Estadual de Ensino.

Com a pandemia do novo coronavírus e a crise financeira, as famílias que retirarem os filhos da rede privada ou que ficarem sem opção por conta do fechamento de escolas particulares terão que recorrer à rede pública para garantir matrículas.

Caso recente registrado no município de Cariacica, uma escola particular de ensinos fundamental e médio fechou as portas por conta da crise. De acordo com Censo Escolar, a unidade terminou o ano de 2019 com 130 alunos matriculados. Com o fechamento, os pais terão que buscar novas alternativas para a sequência dos estudos dos filhos, principalmente aqueles entre 4 e 17 anos, que estão na faixa de idade escolar obrigatória.

“Aqui no Espírito Santo já é grande a quantidade de alunos em idade escolar que está fora das escolas, por uma série de fatores. É fundamental que todas as providências necessárias sejam tomadas para garantir o acesso à Educação também aos estudantes que não puderem seguir no ensino particular. A pressão por vagas na rede pública será uma realidade e é preciso que o Estado esteja preparado”, completa Majeski.
X
Olá! Faça seu cadastro no VitóriaNews.
{{app_feedback}}
{{getTitulo}}
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Comentando como
{{dados_login.nome}}
Sair
{{app_feedback_comment}}
{{comentario.nome}}
{{comentario.comentario}}
Notícias Relacionadas