Polícia investiga agressão a destaque da Mocidade Independente de Padre Miguel

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga a agressão contra o estilista Marcos Lerroy, um dos destaques de luxo da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel.

Segundo informações da agremiação, ele foi agredido na porta da casa em que mora, na manhã de domingo (26), por um motorista de aplicativo. Testemunhas afirmaram que Lerroy pode ter sido vítima de homofobia.

O estilista está internado no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, zona norte do Rio.

Nesta terça (28), ele foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um rim, com o objetivo de controlar a hemorragia interna.

“A operação ocorreu da melhor forma possível e nosso independente encontra-se em situação estável neste momento, em constante evolução”, diz nota divulgada pela Mocidade. “Agradecemos todas as correntes positivas e agora torcemos para que Lerroy possa voltar para o quarto e continuar seu processo de alta hospitalar”, completa a escola de samba.

O caso foi registrado na 24ª Delegacia de Polícia, em Piedade, também na zona norte do Rio. A polícia disse que busca testemunhas e informações para identificar o suspeito pela agressão e descobrir o que aconteceu.

A Mocidade Independente promete cobrar respostas das autoridades para o ocorrido.

A escola vai falar sobre o caju no Carnaval de 2024. O enredo “Pede caju que dou… Pé de caju dá” abordará as histórias, lendas e curiosidades da fruta do cajueiro.

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Pinterest
Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.