Peeling de fenol deve ser feito por médico habilitado, diz sociedade médica

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – A Sociedade Brasileira de Dermatologia e o Conselho Regional de Medicina de São Paulo alertou ontem (5) que o peeling de fenol deve ser feito por médicos habilitados. Na segunda (3), um jovem morreu após fazer o procedimento na clínica de uma influenciadora.

O alerta diz que somente um ”médico possui competência e autorização legal” para a realização. A determinação está na lei 12.842/2013, que regulamenta a execução de procedimentos invasivos, como o peeling de fenol, apenas por profissionais da medicina.

A Sociedade também recomenda que seja feito preferencialmente em ambiente hospital. ”Com o paciente devidamente anestesiado e sob monitoramento cardíaco”, esclarece.

Além disso, paciente precisa buscar a orientação de um dermatologista antes de se submeter ao peeling. ”Este profissional está capacitado para preparar a pele, avaliar adequadamente suas condições e indicar a melhor abordagem individualizada para cada caso.”

O QUE É PEELING DE FENOL

Intervenção invasiva e agressiva. O peeling de fenol é considerado o método mais profundo de “descamação da pele”.

Diversos usos. Ele serve para tratamento de rugas, flacidez, além de melasma e marcas de acne, especialmente indicado para casos de envelhecimento severo.

Provoca necrose na pele. O fenol em contato com pele causa necrose e induz uma reação inflamatória na epiderme (camada mais superficial da pele) e na derme (camada abaixo da epiderme). O procedimento estimula a produção de colágeno, proteína determinante no processo de rejuvenescimento facial.

Não é para todo mundo. Procedimento é contraindicado para pessoas com problemas em órgãos como rins e fígado, já que pode levar a algum grau de toxicidade renal ou hepática.

Riscos permanentes. Apesar dos resultados surpreendentes, há risco de alteração permanente na cor da pele, infecções, problemas cardíacos imprevisíveis, além de formação de queloides -cicatrizes que surgem devido ao excesso de colágeno na pele durante a cicatrização.

Mais de um ano de recuperação. Depois do procedimento, a região pode ficar dolorosa e pode levar até um ano e meio até que o rosto cicatrize por completo.

JOVEM MORRE APÓS PROCEDIMENTO

Henrique Silva Chagas, de 27 anos, morreu enquanto passava pelo peeling na tarde de segunda-feira (3). Ele veio do interior de São Paulo para a capital e sofreu uma parada cardiorrespiratória na clínica localizada no Campo Belo.

A influenciadora e esteticista Natalia Fabiana de Freitas foi indiciada por homicídio com dolo eventual. A mulher, sem habilitação, teria feito um curso online, oferecido por uma farmacêutica. Ela oferecia o procedimento desde 2023.

Mesmo com o indiciamento, a esteticista não foi presa. O delegado explicou que não pedirá a prisão de Natalia neste momento porque ela tem endereço fixo, se apresentou à polícia para depor e não tem antecedentes criminais, informou o SP2 (TV Globo). Apesar disso, os investigadores aguardam os laudos necroscópicos para ver se é possível relacionar diretamente o procedimento de peeling de fenol com a morte da vítima

Defesa acredita que o fenol não causou a morte do jovem. “Nós temos que aguardar o laudo para saber se o paciente tinha algum outro tipo de problema. É uma substância, embora vocês estejam falando ‘ah, mas é tem que ser feito em centro médico’, é bem superficial. Esse produto pode ser comprado na Shopee, Mercado Livre, na internet, de forma geral”.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.