Pastor evangélico é preso suspeito de abusar de filhas gêmeas em PE

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Um pastor evangélico foi preso acusado de estuprar duas filhas adotivas em Amaraji (PE) nesta terça-feira (9).

O idoso, de 79 anos, teria abusado das meninas, que são gêmeas, dos sete aos 14 anos. Segundo a Polícia Civil de Alagoas, responsável pela investigação, os abusos ocorreram ainda quando a família morava em São Paulo e em Alagoas.

As adolescentes, ao completarem 14 anos, contaram sobre os crimes à irmã mais velha. A irmã decidiu comentar nas redes sociais da polícia pedindo ajuda. Dois anos depois, o caso passou a ser investigado.

Pastor teria confessado o crime, segundo a polícia. Ele ainda alegou que era aliciado pelas filhas. Em seguida, foi conduzido à Central de Polícia de Arapiraca e aguarda audiência de custódia.

No momento da prisão, a comunidade local teria ficado surpresa devido à boa reputação do pastor. O homem, natural de Pernambuco, era líder religioso há 30 anos e teve três filhos com a esposa antes de adotar as gêmeas, com quatro anos na época da adoção.

Compartilhe: