O modo frugal de viver - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Opinião Pública
O modo frugal de viver
Luiz Marins
A última moda entre os jovens europeus e americanos é o chamado “The Frugal Way of Life” - “O modo frugal de viver”.

Frugal significa simples, porém com qualidade. Significa ter menos quantidade e mais qualidade. Significa se livrar de coisas acidentais e se concentrar nas coisas essenciais para uma vida com mais significado e relevância.

Desde o Slow Food que teve início na Itália em 1986 até o famoso livro Frugal Innovation de Navi Radjou e Jaideep Prabhu, que ganhou o prêmio de livro do ano de 2016 (tema da 26a. Clínica de Gestão da Anthropos em 25 de julho de 2015) e outros como Keep It Simple ou “princípio do beijo” pelo acrônimo em inglês - KISS - Keep It Simple Stupid - a frugalidade (simplicidade com qualidade) vem tomando corpo em todo o mundo.

É preciso lembrar que grandes personalidades sempre adotaram o princípio da frugalidade. Dentre muitos, basta lembrar que Leonardo da Vinci dizia que a "simplicidade é o último grau de sofisticação" e Albert Einstein afirmava que “tudo deve ser feito da forma mais simples possível”.

Hoje, a busca por uma vida frugal, descomplicada, simples, está em todos os campos: alimentação frugal; vestimenta frugal; ambiente empresarial frugal, para citar alguns.

Moradores das grandes cidades estão buscando lugares mais tranquilos e simples para viver, onde a competição não seja por aparências. Em Nova Iorque, (lembre-se da Fogueira das Vaidades) e na Califórnia, o movimento frugal vem crescendo a cada dia seguindo o exemplo europeu.

Assim, estão caindo de moda os carrões, as mansões, as roupas de grife, os restaurantes caríssimos, os hotéis superluxuosos, enfim a ostentação em todas as suas formas e aparências.
Não é por outra razão que entre os livros mais vendidos hoje no mundo está o “ESSENCIALISMO - A disciplinada busca por menos” de Greg McKeown - tema da 31a. Clínica de Gestão da Anthropos - onde o autor conclama os leitores para uma vida frugal e focada no essencial, ensinando a como deixar de lado tudo aquilo que não agregar qualidade de vida e como viver uma vida simples e feliz.
Além de tudo, as modernas pesquisas de neurociência e de grandes universidades têm reiteradamente demonstrado que uma vida com bons relacionamentos, amigos leais e vida em comunidade são realmente os fatores fundamentais de uma vida longa e feliz.

Quem tiver maior interesse em entender essas pesquisas e o valor de uma vida frugal, peço que assista a palestra no TED do Professor Robert Waldinger: What makes a good life? Lessons from the longest study on happiness (O que faz uma vida boa? Lições do mais longo estudo sobre felicidade) de Harvard e outras que encontrará sobre o mesmo tema. Acesse www.ted.com

Viva uma vida frugal, alicerçada em valores e virtudes permanentes, voltada para as coisas realmente essenciais e descobrirá uma nova vida.
Pense nisso. Sucesso!

PENSE NISSO:
∙ Você é escravo(a) das aparências e se preocupa demais com o que as outras pessoas possam pensar de você?
∙ Você procura competir ou imitar pessoas que gostam de ostentar riqueza?
Você já pensou em simplificar sua vida?