Como superar os desafios do câncer - Vitória News
Vitória News
Olá. Detectamos que você está usando o Internet Explorer ou o Edge.

Nosso site é compativel somente com os navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari ou Opera.

Use um desses navegadores caso já tenha instalado em seu dispositivo ou faça o download clicando no botão abaixo. Você será redirecionado para uma página onde poderá escolher o navegador que desejar e ele será baixado diretamente de sua página oficial de forma segura.
Clique aqui para atualizar o seu navegador
Opinião Pública
Como superar os desafios do câncer
Jaqueline Chagas
Para alguns, o câncer pode ser o fim da linha. No entanto, apesar de ser uma doença difícil, é possível lutar pela vida. É justamente esse desejo pela vida que se torna a força necessária para não desistir do tratamento e batalhar pela recuperação.

Quando a pessoa recebe a notícia da doença, a primeira coisa que vem à mente é o medo da morte. Passa um filme na mente, em segundos, sobre a nossa vida. Depois, como mulher, vem a parte do receio de perder os cabelos e ficar careca.

Sabemos que há casos de pessoas que quando recebem a notícia, até ficam abatidas, desenganadas e algumas até deixam os cuidados de lado. Mas é possível lidar com tudo isso de maneira mais positiva para enfrentar esse mal.

A confiança na recuperação e a mente positiva no tratamento fazem toda a diferença nesse momento. No meu caso, quando lutei contra o câncer, o médico chegou a dar poucos dias de vida para mim. Estava no CTI com infecção generalizada e neutropenia gravíssima.

Mas ao invés de me entregar de vez diante daquela notícia bombástica, decidi juntar ainda mais forças para lutar com alegria em prol da minha recuperação. Por conta disso, no andar do hospital, ganhei o apelido de “sorriso”. E consegui vencer o câncer.

Outro fator fundamental para enfrentar a doença, não importa o estágio, é e sempre será o apoio da família. O amor e presença dos parentes muitas vezes têm o poder para melhorar a autoestima e o entusiasmo da pessoa durante o tratamento. Saber que há alguém do seu lado é um fator valiosíssimo que dá a força para seguir em frente nessa batalha.

Além disso, é importante buscar a ajuda psicológica. É normal que durante o processo a pessoa passe por momentos de desânimo. Esses profissionais são fundamentais para nos fazer enxergar nossos medos e anseios, além de nos dar outra visão de nós mesmos e ainda nos auxilia a devolver melhor a autoestima.

A doença e o medo dela suga nossas energias. Por isso, é preciso se esforçar todos os dias para não ser afundando em sentimentos negativos. É necessário encarar o câncer não como uma sentença de morte, mas a busca pela vida. Isso só é possível enfrentando com amor e alegria, apesar das dificuldades.

Nenhum vencedor entra numa luta desacreditado. Ele pode até perder um combate, mas se entrar desanimado, nunca vai conseguir perseverar até o final. E quem sabe, o resultado pode ser a cura? Portanto, acredite que existe vida após câncer e que é possível vencer essa fase.