Operação policial em Sergipe termina com sete mortos

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) – Sete homens foram mortos pela polícia de Sergipe durante operação realizada na manhã desta quarta (29) em Cristinápolis, no sul do estado, a 115 km de Aracaju. Duas pessoas foram presas.

De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública, os homens eram suspeitos de integrar uma associação criminosa e morreram em confronto como os policiais.

A operação teve a participação de cem agentes da Polícia Civil e de unidades especializadas da Polícia Militar. Também foram cumpridos 23 mandados de busca e apreensão.

Um dos mandados foi cumprido no Copemcan (Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto), na região metropolitana da capital, onde um preso é suspeito de chefiar a associação criminosa de dentro do complexo.

O suspeito, segundo a secretaria, está preso por latrocínio. A vítima do crime, ocorrido há cerca de seis anos, foi o policial militar Nabal Gomes Menezes.

De acordo com a Secretaria da Segurança, as apurações começaram a partir de denúncia anônima que apontava o homem preso como líder da organização alvo da operação. Segundo a investigação, o grupo é suspeito de envolvimento com tráfico de drogas, homicídios e assaltos em Cristinápolis e outras cidades da região.

A apuração aponta que há indícios de participação da organização em um homicídio e cinco tentativas de homicídio ocorridos entre agosto e novembro de 2023 em Cristinápolis, em casos de disputa por pontos de venda de drogas.

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Pinterest
Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.