No Domingão, Padre Marcelo fala da depressão e empurrão

014SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Celebrando 30 anos de sacerdócio, o padre Marcelo Rossi foi um dos convidados do Domingão com Huck (TV Globo) neste domingo (30).

O padre lembrou o empurrão que sofreu em uma missa: “Era uma celebração com vários jovens (…) estava em um momento de homilia, a pessoa passou, me empurrou, mas na hora eu perdoei a pessoa sem saber quem era”.

Episódio acendeu um alerta: “[Ali] Tomei consciência de que eu precisava me cuidar. A recuperação não chegou a quebrar nada, fui fazer todos os exames (…) e lá comecei a me cuidar fisicamente”.

O programa exibiu uma foto de antes e depois do empurrão do padre. A foto antiga parece ter mais de 10 anos. O empurrão ocorreu há 5, em 14 de julho de 2019.

“Eu tenho 1,95m de altura. Sabe quanto eu pesava na depressão brava? 60 quilos. Na foto esquerda não estou em depressão”, contou Padre Marcelo.

Ele também deu dicas de como lidar com a doença mental: “Quem passou por depressão, fica até uma dica, primeiro a importância de se cuidar”.

O padre complementou: “O médico de corpo a gente conversa muito, o médico de cabeça psiquiatra, e eu como médico — todo sacerdote é um médico — a gente dialoga a importância do tripé: se cuidar fisicamente; que Deus permitiu eu passar por uma situação para me cuidar, sou formado em educação física e do corpo; mas [também] cuidar da nossa mente através da palavra [da Bíblia]”, finalizou.

Compartilhe: