Nível recorde do Guaíba coloca Porto Alegre em alerta de ‘inundação severa’

Mauricio Tonetto / GovRS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – A Defesa Civil emitiu um alerta de inundação para a região metropolitana de Porto Alegre por causa da elevação do Guaíba.

O nível do Guaíba chegou a 5,30 metros de altura às 7h de hoje. Os dados são da régua da Agência Nacional de Águas (ANA) e Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA).

O alerta da Defesa Civil fala em inundação severa na região metropolitana de Porto Alegre. Também há risco para moradores no entorno do rio Uruguai.

Nem todos os bairros serão atingidos da mesma forma, explica a Defesa Civil. “Áreas mais altas não serão afetadas com a mesma intensidade. Quem mora em áreas mais baixas deve buscar abrigo em locais seguros”.

Na região metropolitana, a cidade de Canoas é uma das mais atingidas. A elevação rápida do Rio dos Sinos deixou famílias ilhadas e fechou hospitais. Autoridades pedem que moradores dos bairros Harmonia, Cinco Colônias, Mathias Velho, Central Park e Fátima deixem suas casas e busquem abrigo em áreas altas da cidade.

Cerca de 510.585 pessoas em 317 municípios foram afetados pelas chuvas no Rio Grande do Sul, segundo a Defesa Civil. No centro histórico de Porto Alegre, comércios e casas continuam alagados. No sábado (4), os acessos ao Aeroporto Internacional Salgado Filho foram bloqueados pela água.

Guaíba deve ficar acima dos 4 metros de altura por 5 a 10 dias, estima Defesa Civil. Na cheia de 1941, o Guaíba ficou com o nível acima dos 3 metros durante 25 dias e, segundo o órgão, “como essa cheia [de 2024] foi maior, a gente tem a perspectiva de ter esses valores também”.

Porto Alegre é protegida por muros e comportas. Contudo, apesar das barreiras, na região central da cidade, o muro Mauá já está sofrendo rupturas -a estrutura suporta uma enchente de até 6 metros.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.