Nível do rio Taquari passa de 30m e supera marca histórica após chuvas no RS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O rio Taquari, no Rio Grande do Sul, atingiu o maior nível da história ao ultrapassar a marca de 31 metros na madrugada desta quinta-feira (2). O recorde anterior era de 29,9 metros, registrado em 1941.

Rio chegou a 31,8 metros às 6 horas da manhã. O nível é o maior registrado na história do Taquari, segundo boletim do Serviço Geológico do Brasil. A altura também ultrapassa o nível das enchentes de setembro de 2023, que chegou a 29,5 metros.

Defesa Civil orientou moradores do Vale do Taquari a saíam de suas casas. “É orientação expressa que os moradores dos municípios de: Santa Tereza, Muçum, Roca Sales, Arroio do Meio, Encantado e Lajeado deixem áreas de risco e procurem abrigos públicos ou outro local de segurança”, disse o órgão.

ESTADO DE CALAMIDADE NO RS

O governador Eduardo Leite (PSDB), decretou estado de calamidade pública no estado. As chuvas e enchentes foram classificadas como desastres de nível 3 —”caracterizados por danos e prejuízos elevados”.

O decreto tem um prazo de 180 dias. “A situação de anormalidade declarada em âmbito estadual por este Decreto, não obsta o início ou o prosseguimento da declaração em âmbito local pelos Municípios, que poderão avaliadas e homologadas pelo Estado”, diz o texto.

Rio Grande do Sul tem ao menos 19 mortes pelas chuvas. Os óbitos foram registrados contabilizados pelo UOL com base em informações disponibilizadas pela Defesa Civil e Corpo de Bombeiros.

Há 21 desaparecidos em cinco cidades. São elas: Candelária (8), Encantado (6), Roca Sales (4), São Vendelino (2) e Passa Sete (1).

LULA E EDUARDO LEITE VÃO A SANTA MARIA

A previsão é de que a aeronave com o presidente parta da Base Aérea de Brasília às 7h30. Ele deve viajar à região com os ministros Paulo Pimenta (Comunicação Social), Waldez Góes (Integração e Desenvolvimento Regional), Renan Filho (Transportes), Jáder Barbalho Filho (Cidades) e Rui Costa (Casa Civil).

Reunião com Eduardo Leite ocorrerá na Base Aérea de Santa Maria, após sobrevoo às regiões afetadas. A informação consta na agenda oficial do presidente, que deve retornar à capital ainda nesta quinta.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.