Nível do Guaíba recua mais 15 cm, mas há temor de repique com novas chuvas

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O nível da água do lago Guaíba, no Rio Grande do Sul, recuou 15 centímetros nas últimas 24 horas. Às 8h da manhã deste sábado (11), ele estava em 4,60 metros, ainda acima da cota de inundação, que é de 3 metros.

As autoridades gaúchas temem um novo repique de elevação já que há previsão de novas chuvas fortes atingirem o estado neste fim de semana.

A informação do nível do lago foi divulgada pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura e pela ANA (Agência Nacional de Águas).

O número ainda é considerado alto, uma vez que quando o lago atinge 2,5 metros é emitido um alerta e quando chega a 3 metros é registrada inundação.

Na noite desta sexta-feira (10), as chuvas voltaram a atingir o Rio Grande do Sul, deixando as autoridades e a população em alerta máximo pela possibilidade de novas enchentes atingirem as cidades já castigadas pela inundação da semana passada, que causaram ao menos 136 mortes. No entanto, o volume foi menor do que o esperado, dando certo alívio.

O problema é que a previsão do tempo mostra que as chuvas mais fortes chegarão à região neste fim de semana, principalmente, na região metropolitana de Porto Alegre e nos municípios do norte gaúcho, próximo à serra.

A Prefeitura de Porto Alegre anunciou nesta sexta que manterá as equipes mobilizadas nos próximos dias para o enfrentamento dos danos da atual enchente e também para um possível repique na elevação do lago Guaíba.

De acordo com os dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a capital está em uma área que pode registrar entre 150 mm e 200 mm de acumulado de chuva até segunda-feira (13), com rajadas de vento de até 100 km/h.

Porto Alegre vive a pior enchente de sua história. O lago Guaíba, que cerca a cidade, chegou nos últimos dias ao maior nível já registrado (5,30 m).

Enquanto o Guaíba, localizado na Grande Porto Alegre, tem registro de queda do nível da água, a lagoa dos Patos têm aumento do nível da água, às 7h deste sábado, o nível estava em 2,48 metros. Na quinta-feira (9), a lagoa iniciou em 1,70 metros desde então vem registrando alta.

Segundo o Inmet, a chuva dos próximos dias, aliada a uma mudança na direção dos ventos para sul-sudeste a partir de segunda-feira, poderá ocasionar uma nova elevação do nível do Guaíba para o patamar de 5 m.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.