Mortes por dengue no estado de SP chegam a 922 em 2024

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O estado de São Paulo atingiu a marca de 922 óbitos por dengue nesta segunda-feira (3). Dados do painel da dengue estadual apontam ainda que há outras 1.106 mortes em investigação.

Ao total, São Paulo registra 1.371.593 casos confirmados da doença. Desses, 16.333 são classificados com sinal de alarme e outros 1.679 como dengue grave.

Segundo dados do painel de monitoramento em arboviroses do Ministério da Saúde, no último ano o estado registrou 293 óbitos por dengue. Se comparado aos números atuais, São Paulo teve uma alta de 214% nas mortes causadas pela doença.

As cidades que registram mais óbitos por dengue no estado são, respectivamente: São Paulo (180), Guarulhos (67), Jacareí (67), São José dos Campos (65), Taubaté (32), Campinas (30), Rio Claro (19), Sorocaba (19), Pindamonhangaba (17), Bebedouro (14), Franca (12) e Marília (12).

Na capital paulista, cidade com maior número de casos e óbitos da doença, todos os distritos seguem com alta de dengue —com maior incidência nas zonas leste e norte do município, segundo a Secretária Municipal de Saúde.

Na rede de laboratórios privados, o estado de São Paulo registrou um aumento de 38% no percentual da procura por testes de dengue, segundo análise do ITpS (Instituto Todos pela Saúde).

Na última quarta-feira (29), o Ministério da Saúde anunciou a entrega da quinta remessa de vacinas contra a dengue, contabilizando mais 991,3 mil doses distribuídas. Em todo o estado, estão sendo imunizados contra a doença adolescentes de 10 a 14 anos.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.