Morre Tom Bower, ator dos filmes ‘Duro de Matar 2’ e ‘Nixon’, aos 86 anos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Morreu o ator americano Tom Bower, conhecido por trabalhar em filmes como “Duro de Matar 2” e “Nixon”, aos 86 anos, em Los Angeles, no dia 30 de maio. A notícia foi confirmada pela família do artista ao site The Hollywood Reporter. Não se sabe a causa da morte.

Um dos papéis mais memoráveis de Bower foi o que ele fez no segundo filme da franquia de ação “Duro de Matar”, em que interpreta um zelador que ajuda John McClane, o protagonista de Bruce Willis.

Em “Nixon”, de 1995, ele é Francis Nixon, pai do ex-presidente dos Estados Unidos Richard Nixon, e atua com Anthony Hopkins, que vive o político.

Ralph Thomas Bower nasceu em janeiro 1938, em Denver, nos EUA. Queria se profissionalizar como jogador de beisebol, mas desistiu, se mudou para Nova York e começou a estudar atuação em 1956. Um dos seus primeiros trabalhos foi no filme “Sombras”, de 1958. Depois colecionou pequenos papéis até entrar no elenco da série “Os Waltons”.

Nos últimos anos Bower atuou em “Raymond & Ray” (2022) e em “El Camino: A Breaking Bad Film” (2019), filme derivado da série “Breaking Bad”.

Seu currículo tem ainda “Pânico na Multidão”, de 1976, “Um Tira da Pesada 2”, de 1987, e “O Assassino em Mim”, lançado em 2010.

Bower foi casado com uma mulher alemã chamada Ursula, morta em agosto do ano passado.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.