Morre Luiz Chagas, parte da vanguarda paulistana e pai de Tulipa Ruiz, aos 72 anos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Morreu nesta quarta-feira, aos 72 anos, Luiz Chagas, músico importante da cena vanguardista dos anos 1980, além de escritor, tradutor, jornalista e pai dos também músicos Tulipa e Gustavo Ruiz, que confirmaram a notícia em suas redes sociais.

Chagas nasceu em 1952, em Goiânia, mas floresceu na música já em São Paulo, quando passava dos seus 30 anos. O músico participou da vanguarda paulistana como guitarrista da banda Isca de Polícia, de Itamar Assumpção. O movimento dos anos 1980 deixou de lado a preocupação com o sucesso e buscou ampliar os limites da música brasileira.

Seu primeiro álbum solo, “Música de Apartamento”, chegou a ser concluído, mas ainda não foi lançado. Como jornalista, Chagas escreveu até 2016 para o Jornal da Tarde, do Estadão.

Foi através de Tulipa Ruiz, que o artista ficou mais conhecido. Ele contribui nos álbuns “Efêmera” e “Tudo Tanto” da filha e é o autor da letra de “Sushi”, do primeiro deles. “É uma música que a gente sempre toca nos shows mesmo não estando no set list, porque a plateia sempre pede e eu canto com gosto, porque além de saborosa, ela amadureceu com frescor”, escreveu a cantora em uma publicação em seu Instagram.

O velório de Luiz Chagas começou nesta quarta, às 9h, e deve terminar às 14h, em uma casa funerária no número 376 da rua rua São Carlos do Pinhal, na Bela Vista, em São Paulo. O sepultamento está previsto para as 15h30 e acontecerá no Cemitério Congonhas.

Compartilhe: