Ministério quer implantar sistema de controle de vacinas em estados e municípios

SÃO PAULO, SP, E BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O Ministério da Saúde trabalha para colocar no ar um sistema com dados de vacinas, medicamentos e insumos estratégicos enviados pelo governo federal para estados e municípios, que permitirá identificar onde há necessidade de reforço dos itens.

A plataforma terá dados de estoque de vacinas, medicamentos e insumos estratégicos, quantidade enviada, validade, entre outros, de forma que a população consiga acompanhar como está o status em cada estado e município.

Além de identificar para onde o governo precisa enviar os itens, o sistema pode se tornar uma ferramenta para que o Ministério da Saúde evite ser responsabilizado por escassez de imunizantes ou remédio.

Também ajudará no gerenciamento de vacinas armazenadas, evitando que o governo tenha que descartar doses que perderam a validade.

Como mostrou a Folha, no ano passado o ministério perdeu ao menos 38,9 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, avaliadas em cerca de R$ 2 bilhões —integrantes da pasta afirmaram que a responsabilidade era do governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) pelo acúmulo de doses.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.