Meryl Streep recebe Palma de Ouro e é chamada de tesouro internacional

CANNES, FRANÇA (FOLHAPESS) – Meryl Streep recebeu, nesta terça-feira (14), a Palma de Ouro honorária durante a cerimônia de abertura do 77° Festival de Cannes. Apresentada pela atriz francesa Juliette Binoche, a americana foi chamada de “tesouro internacional” e recebida com aplausos efusivos da plateia no Grande Teatro Lumière.

“Quando eu te vejo na tela, eu não vejo você, eu vejo um movimento”, disse Binoche, às lágrimas em determinado momento do discurso em que relembrou a importância de Streep para a mudança na percepção que o cinema tem das mulheres, em especial quando ficam mais velhas.

“Você fez musicais, dramas, comédias, tragédias, e olha que nem começamos a falar da carreira de teatro. Como você conseguiu criar quatro filhos, ainda por cima? Você conquistou todo mundo. Parabéns à ‘Super Trouper Dancing Queen'”, disse ainda, em referência às duas músicas do Abba cantadas por Streep em “Mamma Mia!”.

Logo depois de um vídeo de retrospectiva de sua carreira ser exibido, a americana pegou o microfone para agradecer e para lembrar que, atrás das cortinas, estavam seu agente e seu maquiador e cabeleireiro de longa data, a quem creditou boa parte do sucesso nas telas.

“Ver esses filmes é como olhar pela janela de um trem bala, da juventude, para a maturidade, para onde estou agora. Há 35 anos, quando estive aqui pela primeira vez, eu já era mãe de três, ia completar 40 anos e achei que minha carreira estava no fim”, disse Streep em referência ao seu prêmio de atuação em 1989, por “Um Grito no Escuro”.

“As únicas coisas que me fizeram estar aqui hoje foram a arte das pessoas com quem trabalhei, incluindo a da presidente do júri deste ano, Greta Gerwig [que a dirigiu em ‘Adoráveis Mulheres’], e vocês. Passou muito rápido. Menos o meu discurso, que foi bem longo. Então obrigada”, brincou, antes de dividir o microfone com Binoche para declarar aberta esta edição do Festival de Cannes.

À homenagem e à apresentação dos membros do júri deste ano seguiu a exibição de “The Second Act”, filme de abertura dirigido por Quentin Dupieux. Nesta quarta-feira (15), Streep participa de um painel sobre a sua carreira, que viu seus ingressos esgotarem poucos minutos após a abertura de reservas.

Nos próximos dias, Cannes também homenageará com Palmas de Ouro honorárias o produtor e diretor George Lucas e o estúdio de animação japonês Ghibli.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.