Lira encontra Lula sob expectativa de votação sobre vetos e taxação de compras de até US$ 50

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), se reuniu com o presidente Lula (PT) no começo da tarde desta terça-feira (28), em meio às discussões sobre a retomada do Imposto de Importação em compras internacionais de até US$ 50.

O encontro foi confirmado à Folha por interlocutores dos dois políticos. O presidente Lula (PT) é contra a retomada da cobrança. Na semana passada, ele afirmou que a tendência é vetar a retomada do imposto caso seja aprovado pelo Congresso.

O líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), enviou na semana passada uma mensagem no grupo de WhatsApp dos vice-líderes do governo na Casa informando a posição do presidente.

De outro lado, Lira sinalizou ser favorável ao fim da isenção. Em sessão da Câmara no começo do mês, ele defendeu que a inclusão dessa cobrança sobre as compras de até US$ 50 não pode ser considerada um “jabuti” (expressão usada para casos em que uma medida é incluída em projeto sem relação com o tema).

“Nós estamos tratando de equiparação de tratamento de competição da empresa nacional”, disse no último dia 7.

O tema gera contrariedade sobretudo entre integrantes do PT, que temem a reação da base eleitoral do partido e defendem a continuidade da isenção existente hoje.

O dispositivo foi incluído no projeto do governo de incentivo a carros sustentáveis, o Mover (Programa de Mobilidade Verde e Inovação) e atenderia ao pleito de varejistas nacionais que se dizem prejudicadas por uma concorrência desleal com os produtos estrangeiros. O projeto está previsto para ser votado no plenário da Câmara nesta terça.

Apesar da resistência na volta da taxação, o governo tem pressa pela aprovação do Mover. Isso porque, ele foi enviado inicialmente como uma MP (medida provisória) que caduca a partir do dia 31.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.