Lagoa dos Patos sobe 30 cm em 48 horas e volta a bater recorde de 1941

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O nível da água na Lagoa dos Patos, no Rio Grande do Sul, era de 2,80 na manhã desta quinta-feira (16).

Às 7 horas desta quinta, a água estava 30 centímetros mais alta do que às 7 horas da terça-feira (14). A medição, feita na régua do município de São Lourenço do Sul, foi divulgada pelo Departamento de Recursos Hídricos e Saneamento do Governo do Rio Grande do Sul.

Medição desta manhã é a mesma das cheias históricas de 1941. Segundo o MetSul, a lagoa também registrou 2,8 m nas cheias de oito décadas atrás.

Lagoa está acima da cota de inundação há mais de duas semanas. Desde o início das enchentes no estado, o volume da água, que vem de rios na região central e da metade norte do estado, está acima de 1,3 metro.

MUNICÍPIOS EM ALERTA

Municípios estão em alerta. Em Pelotas, quatro bairros receberam alerta para retirada emergencial de moradores. O município, terra natal do governador Eduardo Leite, tem 673 pessoas em abrigos.

São Lourenço do Sul registrou 2,87 na lagoa às 9 horas. O município de 21 mil habitantes tem 171 desabrigados e dois pontos de acolhimento municipais lotados.

Em Rio Grande, 30 bairros foram classificados como “em área de risco” pela prefeitura. No município, com 615 desabrigados, as águas da lagoa estavam 76 centímetros acima do nível do cais às 10h.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.