Juliette se defende de nova acusação de plágio: ‘Infundada’

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – A BPMCom, empresa que representa a carreira de Juliette Freire, 33, emitiu uma nota de esclarecimento em defesa da cantora, acusada de plagiar o dueto Anavitória na capa do single “Falta de Atenção”, interpretado por ela em parceria com o cantor Nattanzinho, 24.

A nota esclarece que a inspiração para a divulgação de “Falta de Atenção” é uma performance da artista Marina Abramovic. “Em relação à capa do visualizer ‘Falta de Atenção’, de Juliette feat Nattan, esclarecemos que a inspiração para o visual foi a obra ‘Rest Energy’, dos artistas Marina Abramovic e Ulay, criada em 1980, em Amsterdã -dos quais a cantora tem profunda admiração.”

O comunicado acrescenta ainda que a referência de Juliette à obra não configura plágio de forma alguma. “Ressaltamos que as acusações de plágio são infundadas e estão sendo analisadas uma a uma pelo jurídico [da cantora]. O processo criativo buscou referenciar e homenagear a obra original sem reproduzi-la. A imagem, que se tornou referência na cultura pop, também influenciou outros artistas mundo afora, incluindo Juliette, que incorporou esses elementos em sua expressão artística.”

De fato, a dupla Anavitória se inspirou na mesma “Rest Energy” para um de seus videoclipes, o que justifica a associação popular que gerou a acusação de plágio. Recentemente, Juliette também foi acusada de copiar o conceito de “AmarElo”, do rapper Emicida, na divulgação de seu tema “Magia Amarela”.

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Pinterest
Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.