Jude Bellingham, do Real Madrid, vira meme no Brasil ao ser comparado com tamanduá

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A nova estrela do futebol europeu da vez é o jogador britânico Jude Bellingham, de 20 anos, meio-campista do Real Madrid. No Brasil, ele também se tornou uma sensação, mas foi graças ao meme “belligol”, referência a forma como ele comemora seus gols -inflando o peito e abrindo os braços.

Dados do Google Trends mostram que nos últimos cinco anos, o pico de interesse de buscas pelo jogador não foi durante sua perfomance na Copa do Mundo, mas sim entre 29 de outubro e 4 de novembro, período em que viralizou o meme.

Embora seja uma marca registrada de Bellingham, aqui esse gesto foi comparado à postura defensiva de um tamanduá quando se sente acuado ou ameaçado. O animal estica as patas dianteiras e fica em pé.

O meme tem até uma trilha sonora específica, que é a voz de Rogério Vaughan, responsável por narrar o momento que originou o termo “belligol”.

“Belligol, belligol, Bellingham. É ele! Gol do Real Madrid, do iluminado, do Bellingham, mas pode chamá-lo de belligol. O início avassalador da La Liga. É o quinto gol dele em quatro jogos”, disse Vaughan durante o jogo da La Liga do Real Madrid contra o Getafe, transmitido na ESPN em setembro.

No TikTok, a hashtag #belligol acumula 470 milhões de visualizações, e na plataforma há vários vídeos usando a narração para qualquer forma que esteja nessa mesma posição, seja em vídeos de animais ou objetos. O Real Madrid também entrou na brincadeira e publicou um vídeo de um tamanduá se defendendo de dois cachorros que seriam a La Liga e a La Champions.

Para além do meme, quem é Jude Bellingham?

O talento para o futebol vem de família, já que seu irmão mais novo Jobe Bellingham, 18, é meia-atacante do Sunderland, e seu pai, Mark, também já foi jogador de futebol.

Jude começou sua carreira no Birmingham, em 2019, e um ano depois assinou com o clube alemão Borussia Dortmund por um valor de 30 milhões de euros (R$ 160 milhões), tornando-se o jogador de 17 anos mais caro da história do futebol.

Em junho, o Borussia Dortmund anunciou que Jude estava de partida para o Real Madrid. O time merengue desembolsou 103 milhões de euros (R$ 543 milhões).

Ele teve seu primeiro gol internacional na Copa do Mundo de 2023 e abriu o placar para Inglaterra contra o Irã.

Aos 20 anos, ele já ostenta conquistas como ser o jogador mais jovem a jogar pelo time principal em Birmingham ou o jogador mais jovem a iniciar uma partida do campeonato aos 16 anos e 63 dias.

Além disso, em menos de um mês, ganhou dois prêmios neste ano: o Troféu Kopa, concedido pela France Football ao melhor atleta com menos de 21 anos, e o Golden Boy, destinado ao melhor jogador sub-21 da Europa. As conquistas dentro de campo também incluem 13 gols em 14 partidas.

Para Ivan Martinho, professor de marketing esportivo pela ESPM, Bellingham é o grande nome da nova geração do futebol europeu que, segundo ele, está passando mais por saídas de jogadores para clubes de outros países do que chegadas e precisa de um novo protagonista.

“Há um esforço considerável por parte do futebol europeu na reconstrução de novas referências, que agora estão bastante centradas em Mbappé. Seja o clube ou a Liga Nacional ou Internacional, [tem a tarefa] de construir juntos quem serão os novos ídolos. Muitos partiram para a Arábia Saudita em busca de ganhos financeiros”, diz Martinho.

Segundo Marina Izidro, colunista da Folha, que já cobriu seis Olimpíadas, Copa e Champions, Bellingham é um jogador versátil, se expressa de maneira articulada nas entrevistas e lida bem tanto com a pressão dentro quanto fora das quatro linhas.

Izidro, que vive em Londres, diz que a mídia inglesa expressa grande admiração por Bellingham, elencando inúmeros elogios a ele. Isso se deve ao fato de que a a seleção inglesa ainda carece de um título muito importante.

“O único título que os homens da Inglaterra conseguiram foi a Copa do Mundo de 1966, quando quase ninguém atualmente era nascido. Desde então, não conquistaram mais nada. O time chegou a final da última Euro, mas perdeu nos pênaltis. Os ingleses estão sedentos por alguém que possa contribuir para essa nova conquista”, afirma Izidro.

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Pinterest
Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.