Jonathan Majors chora ao receber prêmio seis meses após ser considerado culpado de agressão

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Há seis meses, Jonathan Majors foi considerado culpado de agressão e assédio contra a ex-namorada por um júri em Nova York. Em abril, a sentença foi emitida e o ator foi condenado a passar por um programa de aconselhamento sobre violência doméstica com duração de um ano.

Na noite do último sábado (22), ele chorou ao receber o prêmio Perseverança no Hollywood Unlocked Impact Awards, premiação para aqueles que causam impacto na indústria do entretenimento, em Los Angeles. Entre lágrimas, o artista disse ser imperfeito e que reconhece seus defeitos.

“Perseverança significa o quê? Significa persistência em fazer algo apesar da dificuldade. E o Deus a quem sirvo me colocou em uma posição em que tive que incorporar essa palavra mais do que desejava ou queria”, afirmou, de acordo com o jornal americano Variety.

“Vivemos em um mundo onde os homens, especialmente os negros, são considerados super-heróis ou supervilões. Mas eu percebi, pessoalmente, que não sou nada disso. Sou apenas aquele cara cuja fé foi testada. Foi fortalecido por esse testemunho”, continuou. “Recebo este prêmio não apenas como um reconhecimento de que perseverei, mas como um comando para estar ao lado dos outros e ajudá-los quando e se suas provações vierem.”

O ator estava com a carreira em ascensão em Hollywood e, após o caso, foi demitido pela Marvel Studios. Em junho passado, o jornal New York Times divulgou que a Polícia de Nova York teria evidências de que a mulher que acusou o ator de agressão na verdade o atacou. Ela modificou seu relato posteriormente.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.