Jackman admite ter aceitado ‘Deadpool & Wolverine’ sem consultar empresário

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Hugh Jackman, 55, admite ter sido impulsivo na hora de aceitar o convite para protagonizar “Deadpool & Wolverine”, que estreia em 26 de julho nos cinemas.

O ator confessou que sequer consultou seu empresário antes de abraçar o projeto. “Assim que chegou [a proposta para o filme], eu liguei para o Ryan [Reynolds, 47, intérprete de Deadpool] e falei: ‘vamos fazer’. Não liguei para ninguém, nem para o meu empresário. Precisei ligar [posteriormente] para o meu empresário e dizer: ‘ah, aliás, acabei de me comprometer com um filme’. Às vezes, na vida, as coisas chegam com muita clareza para você – e, quando isso acontece, aprendi que é preciso encarar, ir com tudo”, declarou ele, em entrevista ao portal Roatten Tomatoes.

Ver os dois heróis juntos nas telonas era um sonho antigo do próprio Jackman. “Eu estava na estrada, dirigindo [quando recebeu o convite]. Aí, literalmente, foi como se eu tivesse sido atingido por um raio! Soube imediatamente, no mais profundo do meu ser, que precisava fazer esse filme com o Ryan, com o Deadpool e o Wolverine juntos. Eu sabia que os fãs queriam os dois juntos desde a primeira vez que coloquei as garras [do personagem Wolverine], as pessoas falavam dos dois. Isso sempre foi uma possibilidade, e eu sempre soube. Literalmente mal pude esperar para acontecer.”

A vontade de colocar Wolverine frente a frente com Deadpool era tamanha que Hugh voltou atrás na decisão de aposentar o personagem após encarná-lo em “Logan” (2017). “Juro para você: quando disse que havia parado, eu realmente achei que era o fim. Mas, lá no fundo da minha cabeça, desde o primeiro ‘Deadpool’ (2016), eu pensava: ‘Esses dois personagens têm que estar juntos’. Eu sabia [que teria que acontecer].”

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.