Haaland faz 4 gols, City goleia Wolverhampton e segue na cola do Arsenal

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O “cometa” Erling Haaland marcou nada menos que quatro dos 5 a 1 da vitória do Manchester City sobre o Wolverhampton neste sábado (4), pela 36ª rodada da Premier League. E, de quebra, ajudou a equipe a continuar na briga pelo título inglês.

Haaland foi a estrela do jogo e aos 11, 34 e aos 47min do 1º tempo e aos 8min do 2º. Hwang Hee-Chan marcou o gol de honra dos visitantes.

O norueguês disparou na liderança da artilharia da Premier League, com 25 gols marcados no torneio. O segundo lugar é dividido entre Isaak, do New castle e Palmer, do Chelsea, ambos com 20.

O City, com 82 pontos e um jogo a menos, aproximou-se mais uma vez do Arsenal, líder com 83 pontos.

Na 37ª rodada do Inglês, o City encara o Fulham enquanto o Wolverhampton pega o Crystal Palace. A partida atrasada dos Citizens acontecerá no dia 14, contra o Tottenham.

O JOGO

Domínio do Manchester City. A equipe impôs seu ritmo desde o início e contou com atuações destacadas de seus jogadores-chave, que resolveram dar “férias” para o goleiro brasileiro Ederson que quase não tocou na bola na primeira etapa.

Wolves não passam. No primeiro tempo, o Manchester City mostrou sua superioridade técnica sobre o Wolverhampton, controlando o jogo e impedindo o adversário de finalizar qualquer vez, mesmo recuando por alguns minutos após o primeiro gol.

A ordem é manter a pressão. Na volta para a segunda etapa o cenário não mudou muito. O City continuou dominando com passes de De Bruyne e Foden para Haaland, enquanto o Wolverhampton conseguiu se impor um pouco mais, com jogadas de Aït Nouri pelo lado direito, mas com pouco sucesso.

Jogo definido, hora da mudança. As entradas de Grealish, Doku, Matheus Nunes e Julián Álvarez nos lugares de De Bruyne, Bernardo Silva, Foden e Haaland faltando pouco mais de 10 minutos para o final do jogo acalmaram os ânimos, mas continuaram levando perigo mesmo que com menos intensidade na pequena área dos Wolves.

GOLS E LANCES

1 x 0. Gvardiol sofreu falta dentro da área e teve pênalti assinalado a favor do Manchester City aos 11′. Haaland converteu e abriu o marcador da partida.

Wolverhampton dominado. O City recuou após o primeiro gol e permitiu troca de passes curtos no seu campo de ataque. Contudo, o time visitante não conseguia passar pela defesa azul.

2 x 0. Rodri desarmou Matheus Cunha no campo de ataque, recebeu devolução de De Bruyne e cruzou para a segunda trave. Haaland subiu no terceiro andar e testou no canto esquerdo para marcar aos 34′.

3 x 0. Aos 47′, Haaland sofreu falta dentro da área, foi para a cobrança de pênalti e fez seu terceiro gol na partida.

3 x 1. Bellegarde cruzou da ponta direita, Ederson saiu do gol e espalmou mal. Livre na segunda trave, Hwang chapou para o fundo do gol escancarado e fez o primeiro do Wolverhampton aos 7′ da segunda etapa..

4 x 1. Um minuto depois, Ederson lança para Foden, que toca para Haaland invadir a área pela direita e marcar o quarto gol dele no jogo.

Quase o quinto. Após corte da zaga, Matheus Cunha tentou sair jogando na entrada da própria área e foi desarmado por Akanji. Na sobra, Gvardiol chutou de pé direito e mandou por cima do gol.

5 x 1. Julián Álvarez demorou apenas dois minutos para deixar o dele. Substituindo Haaland, o atacante recebeu passe de Rodri e, pelo lardo esquerdo da área, chutou cruzado de canhota para mandar no canto do gol.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.