Governador anuncia reforço na segurança após chacina deixar sete mortos no Ceará

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Sete pessoas foram mortas a tiros em uma praça no município de Viçosa do Ceará (CE), a 360 km de Fortaleza. O crime ocorreu na madrugada desta quinta-feira (20).

Vítimas foram rendidas por suspeitos que chegaram armados em dois veículos. Os suspeitos renderam as vítimas em uma grade e começaram a atirar, segundo registrado no boletim de ocorrência. O crime foi na praça Clóvis Beviláquia, no centro do município, enquanto um grupo de pessoas se reunia no local.

Os mortos eram três mulheres e quatro homens, segundo a Polícia Militar. Não há informação sobre as idades ou identidades das vítimas até o momento.

Um homem e uma mulher ficaram feridos. Eles foram encaminhados para o Hospital e Maternidade Madalena Nunes – São Camilo, no município de Tianguá. O UOL buscou a Secretaria de Saúde do Estado para saber o estado das vítimas e aguarda retorno.

Até o momento ninguém foi preso. A Polícia Militar e a Polícia Civil fazem reforço de segurança na região, informou o governo do estado.

Secretário de Segurança Roberto Sá viajou ao município. A informação foi dada pelo governador Elmano de Freitas, que lamentou as mortes nas redes sociais.

“Tenham certeza que os bandidos envolvidos serão identificados e presos, um a um, para que paguem na Justiça por tamanha atrocidade”, disse Elmano de Freitas, em publicação no X.

Compartilhe:

Últimas Notícias
Editorias

Assine nossa Newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.