sábado, 13 agosto, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Ambientalistas inauguram Observatório de Governança Ambiental do Brasil

Cerca de 40 ambientalistas e pesquisadores inauguram nesta quinta-feira, dia 4, o Observatório de Governança Ambiental do Brasil (OGAM), instituição que visa influenciar e aperfeiçoar as principais políticas do segmento.

O OGAM foi pensado pelo Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental (Proam), e deve atuar como uma ferramenta de controle social interdisciplinar. Fazem parte do projeto ambientalistas, pesquisadores, juristas e especialistas em gestão de políticas públicas ambientais do País e do mundo, que devem observar as atividades da entidade de perto.

Entre eles, destacam-se Deborah Duprat, ex-subprocuradora geral da República; Juan Manuel Velasco, ex-ministro do Meio Ambiente de Buenos Aires; José Augusto Galvão, ex-gerente da Opas/OMS de Washington; Philippe Lena, do Institut de Recherche pour le Développement (IRT), da França; José Carlos Carvalho, ex-ministro de Meio Ambiente do Brasil, entre outros.

Ainda, o observatório deve mirar principalmente na reconstrução e melhoramento do Sistema Nacional de Meio Ambiente (Sisnama), de acordo com Carlos Bocuhy, presidente do Proam. Ele afirma que o Sistema precisa de atualizações que acompanhem os desafios ambientais do presente e cita o desmonte sofrido no atual governo. Bocuhy também enfatiza que a instituição discutirá um modelo de desenvolvimento econômico que prioriza a sustentabilidade ecológica.

Ativistas, movimentos ambientais e simpatizantes do projeto podem contribuir com sugestões que devem ser enviadas por e-mail até o dia 19 de agosto através do endereço proam@proam.org.br, contendo o título “Contribuição para a Governança Ambiental do Brasil”. É possível assistir ao lançamento da OGAM pelo canal do Proam no Youtube, na quinta-feira às 19h.

Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas